DIRF 2021: Veja como empregado doméstico deve preencher declaração

Caso você tenha empregado em casa deve ficar atento à Declaração de Imposto Retido na Fonte (DIRF) que deve ser apresentada à Receita Federal. O prazo final é o dia 26 de fevereiro às 23 horas 59 minutos.

DIRF 2021: Veja como empregado doméstico deve preencher declaração
DIRF 2021: Veja como empregador doméstico deve preencher declaração (Foto: Google)

A intenção dessa declaração é que os funcionários domésticos tiveram os rendimentos sujeitos a retenções de imposto de renda na fonte, e o valor que foi retido.

Os dados são usados para fazer o cruzamento de informações com outras fontes de informação, principalmente a Declaração do Imposto de Renda das Pessoas Físicas (DIRPF).

Essa declaração é obrigatória para todos aqueles que possuem empregados, que tenha retido imposto de renda na fonte de seu trabalhador doméstico em pelo menos um pagamento em 2020, nos casos em que o empregado doméstico tenha recebido mais de R$ 28.559,70 no ano.

Os impostos recolhidos na fonte são: salários, férias, 13º salário ou rescisão. O Imposto de Renda Retido na Fonte (IRRF) acontece quando os vencimentos do empregado são maiores que R$ 1.903,98, essa tabela está vigente desde 2015, já considerando a parcela a deduzir e o número de dependentes.

O diretor executivo da Confirp Consultoria Contábil, Richard Domingos disse que “É muito importante que as pessoas físicas tenham cuidado na hora de enviar essas informações, pois é a partir delas que são feitos cruzamentos de dados pela Receita Federal, principalmente com o IR da pessoa física, podendo ocasionar problemas para o empregador e seus funcionários que podem cair na malha fina por causa de informações desencontradas”, explicou.

A não entrega da declaração ou entrega atrasada, podem fazer o empregador pagar multa de 2% por mês ou fração, incidente sobre o montante dos tributos e das contribuições não informadas, e com um teto de 20%.

A emissão do documento e o preenchimento pode ser feito pelo site da Receita pelo empregador.

O que deve conter na DIRF?

O empregador deve ter informações básicas como: o nome e CPF de todos os funcionários e beneficiários, os valores recebidos por cada um deles, o mês de pagamento e o código de operação de cada uma das quitações. 

A empresa deve informar a retenção de imposto ou contribuições, mesmo em apenas um único mês; trabalhadores assalariados, pensionistas, aposentados ou pessoas que receberam dividendos e lucros, em valor superior a R$ 28.559,70 e funcionários sem vínculo empregatício, que receberam acima de R$ 6 mil. 

Além disso, devem ser informados os pagamentos feitos com relação a previdência complementar, seguro de vida, plano de saúde empresarial, pensões e aposentadorias.

Gostou do conteúdo? Siga @fdrnoticias no Instagram e FDR.com.br no Facebook para ver as últimas notícias que impactam diretamente no seu bolso e nos seus direitos.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Há dois anos é redatora do portal FDR, onde acumula bastante experiência em produção de notícias sobre economia popular e finanças.