PIX não funciona! O que fazer quando sistema fica travado?

Durante esta quinta-feira (11), usuários de diversas instituições financeiras relataram que o sistema Pix esteve fora do ar. Após um período de instabilidade, o problema foi resolvido ao longo do dia. Diante de situações em que o Pix não funciona, descubra o que pode ser feito.

PIX não funciona! O que fazer quando sistema fica travado?
PIX não funciona! O que fazer quando sistema fica travado? (Imagem: Proxyclick Visitor Management System/Unsplash)

As instituições financeiras, que tiveram problemas com o sistema Pix nesta quinta-feira, indicaram que havia algum erro no sistema.

O Nubank apresentou a mensagem direta que o Pix estava fora do ar. Nos momentos de oscilação, a fintech sugeriu que os clientes realizassem transferência por TED.

Um dos diferenciais deste sistema de pagamento é a possibilidade de realizar transações financeiras em até 10 segundos. Apesar disso, houve registro que a operação demorou um período consideravelmente acima do esperado.

No TED, o dinheiro caí em algumas horas e pode ser feito até às 17h, cobrando uma taxa de em média R$10 por transação. O DOC libera a quantia apenas depois de um dia útil, mas não há limite de valor a ser transferido, e a taxa também fica em torno de R$10.

O que fazer quando o Pix não funciona

Por se tratar de um sistema que envolve grande operação, o Pix está sujeito a passar por problemas como o existente nesta quinta-feira. Quando problemas como este acontecem, pode ser que somente alguns clientes de determinada instituição financeira tenham passado pela instabilidade.

Sendo assim, o usuário pode tentar reiniciar o aplicativo para conferir se o sistema retomou a estabilidade. Caso o problema persista, vale aguardar maior período para que o problema possa ser resolvido pela instituição.

Pelo fato de que o Pix tem sido amplamente usado pelas pessoas, os problemas são rapidamente identificados, de forma a serem resolvidos em um tempo curto. Dessa forma, haveria menor prejuízo aos usuários cadastrados pelas instituições financeiras.

Em outros casos, o problema pode estar relacionado ao usuário, seja pelo aparelho smartphone, seja pela conexão com a internet. Nestes casos, a pessoa deve conferir se o aparelho está operando normalmente e se o aplicativo da instituição está na atualização mais recente.

Como o cliente precisa de conexão com a internet para acessar a plataforma da respectiva instituição financeira, é importante conferir se o ocorrido tem relação com este fator externo.

Caso não seja possível usar o Pix por algum motivo, ainda há outras formas de efetuar transferências e pagamentos. Em geral, os clientes contam com a possibilidade de realizar transferências para conta da mesma instituição, TED e DOC, além de pagamentos por boleto e em cartão.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.