Furar fila da vacina da COVID-19 virou caso de polícia; saiba como evitar

Foi aprovado, nesta quinta-feira (11), um projeto de lei que transforma em crime furar a fila da campanha de vacina contra o novo coronavírus. A aprovação aconteceu na Câmara e segue para o Senado.

Furar fila da vacina da COVID-19 virou caso de polícia; saiba como evitar
Furar fila da vacina da COVID-19 virou caso de polícia; saiba como evitar (Imagem: Reprodução / Google)

O crime foi qualificado como infração ao plano de imunização e não se restringe apenas ao ato de ultrapassar o lugar de alguém na fila, mas também qualquer afronta à operacionalização de planos de imunização federais, estaduais, distritais ou municipais. E mais: não se restringe apenas à Covid-19, mas todas as vacinas.

Quem cometê-lo pode pegar pena de um a três anos de detenção e multa, podendo ser aumentada em um terço no caso de falsificação de documentos, como atestado.

Há também outro tipo de crime: o de corrupção de plano de imunização. Este vale para o servidor que se beneficia do próprio cargo ou alheio para “infringir a ordem de prioridade de vacinação ou afrontar, por qualquer meio, a operacionalização de plano federal, estadual, distrital ou municipal de imunização”.

Neste caso, a pena prevista é de dois a 12 anos de prisão e multa. Se o funcionário pedir ou receber dinheiro para cometer o crime, a pena é aumentada de um terço até a metade da pena estabelecida.

Novo coronavírus no Brasil

O Brasil atingiu a marca de 237.201 óbitos pelo novo coronavírus e 9.713.909 casos até a quinta-feira (11). Os estados com maior número de casos são, respectivamente: Sudeste, Nordeste, Sul, Norte e Centro-Oeste.

Dados divulgados pelo G1 mostram que o número de casos está aumentando no estado do Acre, Pará, Roraima, Tocantins, Bahia e Maranhão. Em queda, estão os estados do Paraná, Santa Catarina, Espírito Santo, Rio de Janeiro, Amapá e Sergipe. Todos os outros estão em situação de estabilidade.

Dados do novo coronavírus no Brasil no dia 11 de fevereiro de 2021:

  • Total de mortes: 236.397
  • Registro de mortes em 24 horas: 1.452
  • Média de novas mortes nos últimos 7 dias: 1.073 (variação em 14 dias: +1%)
  • Total de casos confirmados: 9.716.298
  • Registro de casos confirmados em 24 horas: 53.993
  • Média de novos casos nos últimos 7 dias: 45.504 por dia (variação em 14 dias: -13%)

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Isabela Veríssimo
Isabela Veríssimo é jornalista formada pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP) com passagens por redações, desde 2016, como o Diario de Pernambuco, Jornal do Commercio e Rede Globo. Atualmente dedica-se à redação de economia do portal FDR.