Bradesco encerra serviços em 1 MIL agências espalhadas no Brasil

O Bradesco terminou o ano de 2020 com o fechamento de 1.083 agências físicas. O banco também revelou que houve o desligamento de 7.754 funcionários. Segundo a instituição, as medidas foram tomadas para controlar os custos. As despesas operacionais tiveram queda de R$ 3,2 bilhões.

Bradesco encerra serviços em 1 mil agências espalhadas no Brasil
Bradesco encerra serviços em 1 mil agências espalhadas no Brasil (Imagem: Reprodução/Bancários)

Pelo ano passado, 400 agências foram fechadas e cerca de 700 foram transformadas em unidades de negócio.

O Bradesco estava com o número de 3.395 agências pelo Brasil em dezembro. Este número é 24,2% menor que em dezembro de 2019.

Já com relação aos funcionários, o banco terminou o ano passado com 89.575 colaboradores. Este total representa uma redução de 8% em relação ao mesmo período de 2019.

As ações da instituição financeira fizeram com que as despesas operacionais tiverem diminuição de 6,6%. Mesmo com as reduções no fim de 2020, o Bradesco teve o melhor índice de eficiência operacional da história.

O corte nas despesas operacionais possibilitou que o banco deixasse de gasta cerca de R$ 3,2 bilhões com folha de pagamento, aluguel, material de escritório, seguros, marketing e impostos.

Segundo o presidente do Bradesco, Octavio de Lazari, este movimento intensifica a transformação digital do banco, com uma cultura intensiva de dados e melhor atendimento dos clientes com as ferramentas.

Planejamento do Bradesco para 2021

Para este ano, o presidente da instituição afirmou que mais 450 agências serão fechadas. Ao considerar os fechamentos do ano passado e dos previstos para este ano, haverá um total de 1.533 agências encerradas neste ano. O corte seria de um terço da estrutura física da instituição financeira.

O presidente do banco projeta um ano positivo, por conta do processo de vacinação e as reformas administrativa e tributária. Conforme a vacinação de covid-19 progredir, ele alega que a economia terá um ritmo de recuperação.

O banco espera que, para este ano, aconteça um crescimento de 9% a 13% da carteira expandida de crédito. Sobre as despesas operacionais, há uma expectativa de queda de 1% a 5%, comparado ao registrado 2020.

A instituição também tem a projeção de uma provisão de R$ 14 bilhões a R$ 17 bilhões para perdas com calotes. Este número seria menor que o registrado em 2020, em que houve um total de R$ 25,75 bilhões.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Bradesco encerra serviços em 1 MIL agências espalhadas no Brasil

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Possui experiência em produção textual e, atualmente, dedica-se à redação do FDR produzindo conteúdo sobre economia.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA