Calendário do 13° salário do INSS foi alterado; confira quando vai receber as parcelas

Antecipação do 13º salário pelo INSS deverá ser prorrogada. Nessa semana, o presidente da Cobap (Confederação Brasileira de Aposentados, Pensionistas e Idosos), Warley Martins Gonçalles, informou que o governo federal deverá atrasar a liberação do abono natalino, previsto para esse mês de fevereiro. O benefício foi adiantando diante dos efeitos da covid-19.

Calendário do 13° salário do INSS foi alterado; confira quando vai receber as parcelas (Imagem: Sérgio Lima/Poder 360)
Calendário do 13° salário do INSS foi alterado; confira quando vai receber as parcelas (Imagem: Google)

Nas últimas semanas, representantes do INSS e do governo federal informaram que os aposentados e pensionistas terão o 13º salário antecipado. A previsão era de que o benefício passasse a ser pago ainda em fevereiro, mas por questões administrativas deve ser liberado entre março e abril.

Novos prazos do 13º pelo INSS

João Inocentini, presidente do Sindnapi (Sindicato Nacional dos Aposentados da Força Sindical), informou que a gestão vem trabalhando para que os valores sejam liberados a partir do dia 25 de março.

No entanto, o cronograma oficial ainda não foi definido. Segundo o gestor, até o fim de abril todos os segurados já deverão ter sido contemplados.

O motivo pelo qual a liberação de fevereiro foi suspensa está relacionado a necessidade de gerar a folha de pagamento. Com o orçamento anual do governo ainda para ser aprovado no Congresso, a antecipação fica inviabilizada.

Benefício pode gerar débitos

Gonçalles explica ainda que é preciso alinhar os detalhamentos do projeto. Há uma grande possibilidade de que parte dos segurados pensionistas fiquem em débito com o INSS caso recebam a antecipação do 13º.

Estamos tentando falar com alguém do governo, mas até agora não conseguimos. Nossa preocupação é com essa regra. Do que adianta a gente receber adiantado e depois ter que devolver. Antes, se a gente morria, a viúva não tinha nada que devolver o dinheiro.”

Já Inocentini, explica que o governo deve dar mais apoio aos aposentados, grupo fortemente afetado pela pandemia. De acordo com ele, a antecipação de forma insegura não deve ser benéfica e poderá atrapalhar ainda mais as contas desse grupo.

“O governo ajudou todo mundo, menos os aposentados. Ele simplesmente antecipou o que já era um direito e não deu ajuda nenhuma. Hoje, quem está sustentando as famílias é o aposentado, ajudando filho, genro e neto que estão desempregados.”

Saiba mais do INSS acompanhando nossa página previdenciária exclusiva.

Gostou do conteúdo? Siga @fdrnoticias no Instagram e FDR.com.br no Facebook para ver as últimas notícias que impactam diretamente no seu bolso e nos seus direitos.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.