Solicitações do seguro desemprego têm queda significativa em janeiro

Solicitações do seguro desemprego apresentam uma baixa em 2021. Na última semana, o Ministério da Economia liberou um informe onde afirma que o número de demissões sem justa causa ao longo do mês de janeiro deste ano foi inferior ao contabilizado no mesmo período de 2020. De acordo com os dados, houve uma redução de 16%.

Solicitações do seguro desemprego têm queda significativa em janeiro (imagem: google imagens)
Solicitações do seguro desemprego têm queda significativa em janeiro (imagem: Google imagens)

Com a crise do novo coronavírus, o país vem enfrentando um forte momento de instabilidade no mercado de trabalho, resultando na demissão de milhares de brasileiros.

No entanto, a equipe econômica federal informou ter motivos para comemorar, pois as solicitações do seguro desemprego, em janeiro de 2021, apresentaram uma baixa considerável.

De acordo com o relatório, o total de pedidos para o benefício foi de 477.807, no mês passado, contra os demais 569.239 registrados em janeiro de 2020. Já em janeiro de 2019 o número tinha sido de 586.411.

Desemprego disfarçado

Analistas no mercado explicam que, apesar de parecer um número positivo, a população deve ficar atenta. Um dos grandes motivos pelos quais o país não apresentou números ainda maiores no desemprego foi mediante a criação do benefício para manutenção do emprego (BEm).

Aprovado por Jair Bolsonaro, o projeto permitiu que os trabalhadores tivessem suas jornadas e salários reduzidos sem que houvesse então a demissão em massa. Inicialmente a iniciativa parece benéfica, mas de fato só gera um lucro para os empresários e donos de negócios.

Sem ser demitido efetivamente, o trabalhador não tem o direito ao seguro desemprego, mesmo o seu salário sendo reduzido. Além disso, o programa resultou em atropelos de demais benefícios como o 13º salário ofertado em dezembro, que tem o cálculo estabelecido mediante a jornada de trabalho.

Sobre o seguro desemprego

Trata-se de um programa destinado para quem é afastado do trabalho sem justa causa. Porém, pode ser concedido ainda para pescadores em período defeso e para pessoas em regime similar a escravidão.

Com a pandemia do novo coronavírus, sua solicitação passou a ser feita de forma online, através do aplicativo da Carteira de Trabalho Digital.

Basta o cidadão informar, na ferramenta, o número de seu NIS, CPF e nome completo para ter sua própria conta e fazer a solicitação.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestra em ciências da linguagem pela Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo na mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.