Benefício para pessoas vulneráveis deve chegar a R$408,00 no Distrito Federal

Nova proposta de benefício social é entregue em Brasília. Nessa terça-feira (9), a Câmara Legislativa do Distrito Federal recebeu um projeto que almeja criar um auxílio no valor de R$ 408 para as pessoas em situação de vulnerabilidade social. A proposta foi desenvolvida por representantes do PT e deverá ser analisada.

Benefício para pessoas vulneráveis deve chegar a R$408,00 no Distrito Federal (Imagem: Google)
Benefício para pessoas vulneráveis deve chegar a R$408,00 no Distrito Federal (Imagem: Google)

Com o fim do auxílio emergencial, parlamentares vêm se reunindo para elaborar novas alternativas de pagamento para a população de baixa renda. Em Brasília, foi entregue um projeto de lei que com a finalidade de criar um benefício no valor de R$ 408 incluindo até mesmo os segurados do Bolsa Família.

De acordo com o projeto, as mensalidades deveriam ser ofertadas até dezembro de 2021, ou então enquanto durar a pandemia da covid-19. Sob autoria dos deputados Arlete Sampaio (PT), Chico Vigilante (PT) e Fábio Felix (PSol), o texto já foi encaminhado para análise, sendo submetido ao plenário.

Grupos contemplados

No que diz respeito a concessão do pagamento, o projeto deve incluir toda a população de baixa renda, o que significa que os segurados do Bolsa Família e demais programas sociais também deverão ser contemplados.

O critério é que a renda familiar do cadastrado seja de até três salários mínimos e a renda per capita de até meio salário mínimo.

Defesa do programa

Segundo os autores, a ação deve ser levada em consideração pois é dever do governo federal ofertar condições de sobrevivência para a população menos favorecida.

Os parlamentares reforçaram que, com o fim do auxílio emergencial, a implementação de um novo programa de transferência de renda deve ser vista como pauta prioritária.

O governo precisa combater a pandemia atuando em duas frentes: a sanitária e a do ponto de vista assistencial. Por isso, nossa bancada apresentou hoje um PL para que o GDF conceda auxilio emergencial às famílias que vivem em situação de vulnerabilidade social”, afirmou Arlete Sampaio.

Já o deputado Fábio Felix destacou que “o governo precisa agir urgentemente para garantir segurança alimentar e assistência às famílias. O DF não pode ficar à reboque do governo federal, que encerrou o auxílio emergencial e deixou milhões de brasileiros na miséria”.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestra em ciências da linguagem pela Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo na mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.