Favelas do Brasil criam parceria para oferecer empréstimo aos empreendedores

Dez das maiores favelas brasileiras lançarão o “Banco do G10”, com o intuito de ofertar empréstimo a empreendedor da área. Com o banco será possível facilitar o acesso ao microcrédito, além disso, irá disponibilizar aos residentes um cartão de débito.

Favelas do Brasil criam parceria para oferecer empréstimo aos empreendedores
Favelas do Brasil criam parceria para oferecer empréstimo aos empreendedores (Imagem: Reprodução/Google)

O Banco do G10 foi elaborado pelos líderes comunitários, com o objetivo de ajudar os empreendedores e moradores das dez maiores favelas do Brasil.

A iniciativa tenta amenizar os impactos gerados pela pandemia nas regiões que já sofrem com o desemprego.

O programa tem previsão para começar a funcionar no final deste mês, podendo disponibilizar a linha de crédito aos empreendedores e cartão de débito aos moradores da região.

A iniciativa é composta por duas favelas do Rio de Janeiro, duas de São Paulo e uma em Minas Gerais, Pernambuco, Maranhão, Brasília, Pará, Amazonas e Espírito Santo.

Esse grupo forma o G10 das Favelas e uniu forças para o desenvolvimento econômico e protagonismo das Comunidades, visando o desenvolvimento socioeconômico dessas áreas urbanas. Diante disso, tem projetos de distribuição de cestas básicas, prestação de assistência médica e jurídica.

Agora o G10 das Favelas irá atuar na área financeira, com o Banco do G10. Segundo uma pesquisa realizada pela consultoria Locomotiva, 45 milhões de brasileiros não possuem conta em banco em 2019.

O motivo para esse quantitativo é a desconfiança dos bancos nas pessoas de baixa renda ou desempregadas. Além disso, as famílias ou pequenos empresários que moram nas favelas também sofrerem com o preconceito.

Com a pandemia de Covid-19 e os impactos econômicos, muitos pequenos e microempreendedores necessitaram de crédito para não fecharem as portas, porém, nada foi feito pelo Governo Federal.

Pensando nisso, o G10 das Favelas criou um programa específico para essas comunidades, já que esse grupo possui uma visão da realidade das regiões e conseguem entender, exatamente, o que cada empreendedor necessita.

O Banco do G10 irá disponibilizar empréstimos a juros baixos aos empreendedores das favelas e dispor de cartão para compra de produtos essenciais nas lojas da região no valor equivalente a uma cesta básica para os moradores das comunidades. Esse banco terá um capital inicial de R$ 1,8 milhão.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Glaucia Alves
Gláucia Alves é formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Atuou na área acadêmica durante 8 anos. Em 2020 começou a trabalhar como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR, produzindo conteúdo sobre economia e direitos da população brasileira, onde já acumula anos de pesquisa e experiência. Além de realizar consultoria de redação on-line.