ESTES países não aceitam viajantes vindos do Brasil; e agora?

Como forma de evitar a propagação da nova variante do covid-19, que foi encontrada em Manaus, diversos países decidiram suspender viajantes vindos do Brasil. Os voos para o Brasil também foram temporariamente proibidos.

Estes países não aceitam viajantes vindos do Brasil; e agora?
Estes países não aceitam viajantes vindos do Brasil; e agora? (Imagem: Phil Mosley/Unsplash)

A nova variante brasileira do coronavírus já foi identificada em alguns países. Segundo especialistas, a mutação possui potencial de reinfectar quem já teve covid-19.

Diante desse risco e de fatores gerais de prevenção aos moradores, países decidiram restringir as viagens relacionadas ao Brasil.

Países que proibiram viajantes vindos do Brasil

Pelos Estados Unidos, o presidente Joe Biden restringiu viagens dos brasileiros para o país. A medida não engloba os cidadãos norte-americanos, residentes permanentes legais ou pessoas que se qualificam em uma das exceções para viajar aos EUA.

Os viajantes devem realizar exames dentro de três dias antes da partida ao país. Um formulário também precisará ser preenchido.

Na América do Sul, a Colômbia proibiu os voos entre o país e o Brasil. Estão proibidos os voos comerciais de passageiros até 14 de fevereiro. Não estão restringidos os voos essenciais, como de carga e de repatriação.

O Peru também proibiu os voos vindo do Brasil. Passageiros estrangeiros não residentes do Peru não poderão entrar no país se estiverem voltando do Brasil. Caso haja uma conexão no Brasil pelos últimos 14 dias, também há proibição.

A Alemanha restringiu a entrada em seu território para cinco países, como o Brasil. No momento, a medida vale até 17 de fevereiro. A Turquia suspendeu, temporariamente, os voos para o Brasil por conta das novas variantes da doença.

A Espanha divulgou que os viajantes que passaram pelo Brasil ou África do Sul não poderão entrar no país. A exceção são os cidadãos espanhóis e residentes no país. A medida vale por pelo menos duas semanas.

A Holanda proibiu voos de passageiros de alguns países de risco, como o Brasil. Voos de São Paulo e Rio de Janeiro para Amsterdã não transportam passageiros até o fim da proibição.

Já os voos de Amsterdã para São Paulo e Rio de Janeiro seguem com passageiros. Operações de caras são mantidas para os dois casos.

O Reino Unido restringiu viajantes do Brasil e outros 14 países. A medida não vale para os cidadãos britânicos e estrangeiros com permissão de residência no Reino Unido. No entanto, essas pessoas devem realizar isolamento obrigatório de dez dias antes da viagem.

Temporariamente, a Itália proibiu os voos vindos do Brasil. No último sábado (30), houve a prorrogação da medida para mais 15 dias. Todas as pessoas que tiveram no Brasil nos últimos 14 dias não poderão entrar neste país europeu

Portugal anunciou que os voos entre o país e o Brasil estão suspensos. A decisão vale até dia 14 de fevereiro. A França anunciou o fechamento das fronteiras para países fora da União Europeia, exceto para viagens essenciais.

Marrocos decidiu pela proibição da entrada de brasileiros no país, tal como os aviões vindos do Brasil.

A Arábia Saudita proibiu a chegada de viajantes de 20 países, como o Brasil. A companhia aérea Emirates anunciou a proibição de voos para o Brasil. A frequência entre São Paulo e Dubai foi cancelada provisoriamente entre os dias 1 e 10 de fevereiro.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.