Governo de SP volta atrás e deve suspender fechamento de bares e restaurantes

João Doria, o governador de São Paulo, afirmou ontem, 1, que em breve devem ser anunciadas medidas de relaxamento da quarentena no estado. Ele disse que caso a tendência de queda no número de casos se confirme, ainda esta semana ele irá comunicar a suspensão do fechamento dos bares e restaurantes.

Governo de SP volta atrás e deve suspender fechamento de bares e restaurantes
Governo de SP volta atrás e deve suspender fechamento de bares e restaurantes (Foto: Google)

A declaração do governador foi realizada em uma coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes.

“Com duas semanas consecutivas de retração no número de internações e caso esse cenário se mantenha em queda, na próxima quarta-feira (3) vamos anunciar medidas de suspensão das restrições impostas relativas aos horários de funcionamento do comércio, shopping, bares e restaurantes inclusive aos finais de semana”, explicou Doria.

Esta declaração mostra uma queda na adesão a quarentena em um cenário de forte pressão que Doria vem recebendo do setor de bares e restaurantes. Recentemente tiveram até representantes deste mercado incentivando a desobediência para com as determinações do Plano São Paulo.

Chefs, donos de restaurantes e funcionários do setor vêm protestando de forma constate contra as medidas que determinaram o fechamento deste tipo de comércio. Foram registrados casos de restaurantes que resolveram ignorar as ordens de fechamento.

A última atualização do Plano São Paulo determinou que todas as cidades do estado ficariam na fase vermelha aos sábados, domingos e feriados e também entre 20h e 6h nos demais dias.

Sendo assim, o atendimento presencial em restaurantes, e também no comércio e serviços não essenciais, como por exemplo os shoppings e salões de beleza, estão proibidos de funcionar.

A medida foi tomada devido ao aumento de casos de Covid-19 no estado. Somente nos primeiros 21 dias de 2021, o aumento de casos foi de 42% em comparação o mesmo período de dezembro passado. As mortes também cresceram 39% neste intervalo.

Agora, as internações tiveram uma redução de 8% em comparação com à semana anterior.

Patricia Ellen, a secretária de Desenvolvimento Econômico comunicou que houve uma melhora na grande parte das regiões, porém criticou a região de Bauru que não cumpriu às medidas determinadas pelo governo.

“Agora temos um caso muito triste, que é a região de Bauru. A gente vê o custo da irresponsabilidade dos gestores públicos, quando eles não seguem a ciência. A região de Bauru agora está com uma ocupação de leitos de quase 89%”, disse a secretária.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira, formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo, atua como do redator do portal FDR produzindo matérias sobre economia em geral e também como repórter do site Aparato do Entretenimento cobrindo o mundo da TV e das artes.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA