Opções de investimentos que não cobram Imposto de Renda 2021

Está querendo começar a investir e está procurando opções isentas de Imposto de Renda? Para valer a pena, a carteira de investimentos deve estar de acordo com seu planejamento financeiro, e possuir rentabilidade real positiva.

Opções de investimentos que não cobram Imposto de Renda 2021
Opções de investimentos que não cobram Imposto de Renda 2021 (Imagem: Google)

Os investimentos isentos de IR são: Poupança, Letra de Crédito Imobiliário (LCI), Letra de Crédito do Agronegócio (LCA), Certificado de Recebíveis do Agronegócio (CRA), Certificado de Recebíveis Imobiliário (CRI), Debêntures Incentivadas, Fundos Imobiliários (FII) e um caso específico em Ações.

Rentabilidade real

É muito comum que a rentabilidade nominal bruta seja informada, sendo necessário calcular a rentabilidade real. Para começar desconte o IRPF, se houver, e você chegará a rentabilidade nominal líquida.

Agora desconte o IPCA (Inflação) e assim você vai visualizar a rentabilidade real. Quanto maior for a rentabilidade real, melhor é a performance da carteira.

O planejamento financeiro em um cenário como o atual em que a Selic (Taxa básica de juros) está em 2% ao ano, e o IPCA nos últimos 12 meses de 4,52% ao ano, se torna ainda mais imprescindível.

Este planejamento deve levar em conta a fase de vida atual; objetivos como a compra de uma casa ou planejamento da aposentadoria, por exemplo; o horizonte de investimentos, sendo comum dividi-los em “caixinhas” de curto, médio e longo prazos; a rentabilidade real, o risco e a liquidez disponível.

Existem investimentos isentos de IR que tem proteção do FGC (Fundo Garantidor de Crédito) até o valor de R$250 mil por instituição financeira, e outros que não possuem.

Confira dois investimento isentos de IR

Estes passaram por análise através dos dados previstos para 2021 (Selic a 3,25% a.a. e IPCA a 3,43% a.a.).

  • Poupança: aplicações até 03/05/2012 compõem a poupança “antiga” com rendimento fixo de 6% a.a. + TR. Após isso, passamos a ter a poupança “nova”, que possuem outra regra: SELIC acima de 8,5% a.a. rende 6% a.a. + TR; caso contrário, 70% da SELIC + TR. A poupança conta com a garantia do FGC e, para conseguir rendimento, é necessário manter o valor aplicado por 30 dias no mínimo.

Vale a pena? Neste ano a previsão é de 2,27% a.a. + TR, abaixo do IPCA previsto de 3,43% a.a. a vantagem das modalidade é a liquidez imediata.

  • LCI/LCA: são títulos de renda fixa com garantia do FGC, com maior retorno e menor liquidez (carência mínima de 90 dias). Pagam rendimentos pós-fixados (%CDI), prefixados ou com índices de preço como o IPCA. É possível encontrar títulos com maior carência e maiores rendimentos.

Valem a pena? Se for possível esperar a carência, apresentam rendimentos superiores aos da poupança “nova”.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira, formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo, atua como do redator do portal FDR produzindo matérias sobre economia em geral e também como repórter do site Aparato do Entretenimento cobrindo o mundo da TV e das artes.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA