Pagamento da aposentadoria e pensão do INSS pode ter desconto do IRPF 2021

Pontos-chave
  • Pagamentos do INSS sofrem reajustes em 2021;
  • Segurados devem contabilizar alíquotas e novo piso nacional;
  • Depósitos de janeiro são iniciados nesta semana.

Aposentados e pensionistas do INSS começam a receber os salários de 2021. Nessa segunda-feira (25), o Instituto Nacional do Seguro Social iniciou os pagamentos previdenciários para mais de um milhão de brasileiros. Trata-se da primeira parcela deste ano que já poderá contar com os descontos do IRPF.

Pagamento da aposentadoria e pensão do INSS pode ter desconto do IRPF 2021 (Imagem: Sérgio Lima/Poder 360)
Pagamento da aposentadoria e pensão do INSS pode ter desconto do IRPF 2021 (Imagem: Sérgio Lima/Poder 360)

Anualmente o INSS precisa renovar seus calendários de pagamento e também os valores a serem concedidos para seus segurados. Além das correções do salário mínimo, atualmente de R$ 1.100, o órgão contabiliza também o índice da inflação e os descontos do Imposto de Renda (IRPF).

Para as mensalidades desse mês de janeiro, iniciadas nessa segunda-feira, os reajustes já vêm sendo aplicados. Segundo o último balanço feito pera gerencia do INSS, mais de 35 milhões de pessoas passaram a ser contempladas com as novas correções.

Reajuste nos salários do INSS pelo IRPF

Para saber o valor exato a ser recebido e todos os descontos, o cidadão deve levar em consideração sua faixa de renda. Na tabela abaixo, é possível ter uma previsão de acordo com os indicadores registrados em 2020.

É importante ressaltar que a definição exata das mensalidades ainda não foi concedida, uma vez em que o governo precisa fechar a folha orçamentária para a validação do salário mínimo e a Receita Federal atualizar os tributos válidos para este ano.

Até o momento, a previsão é de que os pagamentos sigam a média abaixo. É válido ressaltar que, no caso das pessoas com a mensalidade de até R$ 1.100 não há deduções do IRPF. 

Benefício 2020 Benefício 2021
R$ 1.200 R$ 1.265,40
R$ 1.500 R$ 1.581,75
R$ 1.800 R$ 1.898,10
R$ 2.100 R$ 2.214,45
R$ 2.400 R$ 2.530,80
R$ 2.700 R$ 2.847,15
R$ 3.000 R$ 3.165,50
R$ 3.300 R$ 3.479,85
R$ 3.600 R$ 3.796,20
R$ 3.900 R$ 4.112,55
R$ 4.200 R$ 4.428,90
R$ 4.500 R$ 4.745,25
R$ 4.800 R$ 5.061,60
R$ 5.100 R$ 5.377,95
R$ 5.400 R$ 5.694,30
R$ 5.700 R$ 6.010,65
R$ 6.000 R$ 6.327,00
R$ 6.101,06 R$ 6.433,57

Alíquotas do INSS são atualizadas

Com os pagamentos alterados pelo piso nacional, o cidadão terá ainda mudanças nos valores de suas contribuições. Nesse ano, quem trabalha com carteira assinada, de forma avulso ou dedica-se a vida doméstica terá o recolhimento da seguinte forma:

Salário Alíquota
Até um salário mínimo (R$ 1.100) 7,5%
A partir de R$ 1.100,01 até R$ 2.203,45 9%
A partir de R$ 2.203,49 até R$ 3.305,22 12%
A partir de R$ 3.305,23 até R$ 6.433,57 14%

 

Como calcular alíquota a ser aplicada

Para poder saber o valor da alíquota que será aplicada, o segurado deve observar a quantia máxima e mínima da taxação. Em cada pagamento, o INSS contabiliza ambos os valores, somente quando a quantia não é atingida é que se chega ao teto da faixa salarial, atualmente de R$ 6.433,57.

Confira um exemplo para o segurado que tem o salário de R$ 3.000 e se enquadra na segunda faixa:

  • 1ª faixa salarial: 1.100,00 x 0,075 = 78,38
  • 2ª faixa salarial: [2.203,45 – 1.100,00] x 0,09 = 1.044,60 x 0,09 = 94,01
  • Faixa que atinge o salário: [3.000,00 – 2.089,60] x 0,12 = 910,40 x 0,12 = 109,25
  • Total a recolher: 109,25 + 94,01 + 78,38 = 281,64

Com este resultado é possível calcular a alíquota efetiva que se encontra em cerca de 9,39% (281,64 ÷ 3.000,00).

Calendário de pagamentos do INSS 2021:

No que diz respeito as formas de pagamento, o órgão não anunciou mudanças. Até o momento os segurados devem receber de acordo com o número final de inscrição no programa.

Há inicialmente as liberações para quem recebe até um salário mínimo e na sequência são autorizados os depósitos para pessoas com a renda acima do piso.

Pagamento de até um salário mínimo:

Final do benefício Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro
1 25/01 22/02 25/05 26/04 25/05 24/06 26/07 25/08 24/09 25/10 24/11 23/12
2 26/01 23/02 26/03 27/04 26/05 25/06 27/07 26/08 27/09 26/10 25/11 27/12
3 27/01 24/02 29/03 28/04 27/05 28/06 28/07 27/08 28/09 27/10 26/11 28/12
4 28/01 25/02 30/03 29/04 28/05 29/06 29/07 30/08 29/09 28/10 29/11 29/12
5 29/01 26/02 31/03 30/04 31/05 30/06 30/07 31/08 30/09 29/10 30/11 30/12
6 01/02 01/03 01/04 03/05 01/06 01/07 02/08 01/09 01/10 01/11 01/12 03/01
7 02/02 02/03 05/04 04/05 02/06 02/07 03/08 02/09 04/10 03/11 02/12 04/01
8 03/02 03/03 06/04 05/05 04/06 05/07 04/08 03/09 05/10 04/11 03/12 05/01
9 04/02 04/03 07/04 06/05 07/06 06/07 05/08 06/09 06/10 05/11 06/12 06/01
0 05/02 05/03 08/04 07/05 08/06 07/07 06/08 08/09 07/10 08/11 07/12 07/01

Pagamento maior que um salário mínimo:

Final do Benefício Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro
1 e 6 01/02 01/03 01/04 03/05 01/06 01/07 02/08 01/09 01/10 01/11 01/12 03/01
2 e 7 02/02 02/03 05/04 04/05 02/06 02/07 03/08 02/09 04/10 03/11 02/12 04/01
3 e 8 03/02 03/03 06/04 05/05 04/06 05/07 04/08 03/09 05/10 04/11 03/12 05/01
4 e 9 04/02 04/03 07/04 06/05 07/06 06/07 05/08 06/09 06/10 05/11 06/12 06/01
5 e 0 05/02 05/03 08/04 07/05 08/06 07/07 06/08 08/09 07/10 08/11 07/
Pagamento da aposentadoria e pensão do INSS pode ter desconto do IRPF 2021 (Imagem: Sérgio Lima/Poder 360)
Pagamento da aposentadoria e pensão do INSS pode ter desconto do IRPF 2021 (Imagem: Google)

Benefícios ofertados pelo INSS em 2021:

Benefícios mais procurados

  • Aposentadoria por Tempo de Contribuição
  • Auxílio-doença
  • Pensão por Morte Urbana
  • Salário-Maternidade Urbano

Todos os benefícios

  • Aposentadoria da Pessoa com Deficiência por Idade
  • Aposentadoria da Pessoa com Deficiência por Tempo de Contribuição
  • Aposentadoria especial por tempo de contribuição
  • Aposentadoria por Idade Rural
  • Aposentadoria por Idade Urbana
  • Aposentadoria por invalidez
  • Aposentadoria por Tempo de Contribuição
  • Aposentadoria por tempo de contribuição do professor
  • Auxílio-acidente
  • Auxílio-doença
  • Auxílio-Reclusão
  • Benefício assistencial ao idoso e à pessoa com deficiência (BPC)
  • Benefício assistencial ao idoso
  • Benefício Assistencial: documentos originais e formulários necessários
  • Benefício assistencial ao trabalhador portuário avulso
  • Pecúlio
  • Pensão especial da síndrome da Talidomida
  • Pensão especial por hanseníase
  • Pensão por Morte Rural
  • Pensão por Morte Urbana
  • Salário-família
  • Salário-maternidade
  • Salário-Maternidade Rural
  • Salário-Maternidade Urbano
  • Seguro Defeso – Pescador Artesanal

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.