FGTS vai liberar saque emergencial de R$1,1 mil em 2021?

A expectativa é que o Governo Federal faça mais uma liberação do FGTS emergencial. Assim como aconteceu o ano passado, devido à pandemia de Covid-19. Porém, como o valor máximo de saque é de um salário mínimo o valor passará para R$ 1.100, já que este é o novo valor do piso nacional.

FGTS vai liberar saque emergencial de R$1,1 mil em 2021?
FGTS vai liberar saque emergencial de R$1,1 mil em 2021? (Imagem: Montagem/FDR)

Caso o saque emergencial do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço seja liberado em 2021 deve seguir as mesmas regras que o ano passado. Porém, o governo ainda não confirmou a decisão e nem informou como deve ser procedido os saques.

No ano passado, os valores foram liberados aos trabalhadores que possuíam saldo em conta ativa ou inativa, ou seja, do emprego atual ou de empregos anteriores. Porém, o saque só poderiam ser de até um salário mínimo vigente, ou seja, R$ 1.045.

Dessa maneira, mesmo que o trabalhador possua um saldo superior a um salário mínimo, só poderia sacar o piso nacional de 2020. Sendo assim, a expectativa é que o saque seja igual, porém, o limite deve ser maior, já que o salário mínimo de 2021 passou para R$ 1.100.

A liberação do FGTS emergencial em 2021 será uma ótima oportunidade aos trabalhadores que ficaram sem o auxílio emergencial ou outro programa que o substituísse para enfrentar a continuação da pandemia de Covid-19.

A proposta que prevê uma nova liberação do FGTS emergencial tem como justificativa a atual situação do país que está passando por uma segunda onda doença e o fim do auxílio emergencial em dezembro de 2020.

Caso seja confirmada a necessidade da liberação do FGTS o anúncio deve ser feito pelo Governo Federal ainda este mês. A análise começou a ser feita ainda o ano passado, porém, com o novo surto de Covid-19 a chance da liberação aumentou muito mais.

Alguns integrantes da equipe econômica do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmam que existe a possibilidade de liberar os recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço. Porém, o que está sendo analisado é se este novo saque não irá comprometer o programa no futuro.

Por esse motivo, o governo está esperando ser confirmada a necessidade de liberar os novos saques para não se precipitar e acabar prejudicando os trabalhadores brasileiros.

Glaucia AlvesGlaucia Alves
Gláucia Alves, formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Foi professora por 7 anos. Esse ano começou a trabalhar como redatora e como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR e realiza consultoria de redação on-line.