Jovem Aprendiz SENAC abre inscrições com mais de MIL vagas disponíveis na Paraíba

Conseguir uma colocação profissional sem experiência é uma grande barreira para o jovem atualmente. É exatamente por isso que o Programa Jovem Aprendiz SENAC é tão importante, só na Paraíba estão abertas 1.053 vagas.

Jovem Aprendiz SENAC abre inscrições com mais de MIL vagas disponíveis na Paraíba
Jovem Aprendiz SENAC abre inscrições com mais de MIL vagas disponíveis na Paraíba (Imagem/Reprodução: Google)
publicidade

Ser Jovem Aprendiz SENAC é ter acesso a qualificação profissional e inserção no mercado de trabalho em empresas com os direitos trabalhistas garantidos e assegurados por lei. Para participar é necessário ter entre 14 e 24 anos de idade.

Jovem Aprendiz SENAC na Paraíba

As cidades paraibanas de João Pessoa, Campina Grande, Patos, Sousa, Cajazeiras, Guarabira e Cabedelo receberão os estudantes selecionados.

Como de costume, o SENAC será o responsável pelo curso de qualificação profissional em que os candidatos serão inseridos.

Eles poderão escolher entre: Serviços Administrativos, Serviços de Supermercados, Serviços de Vendas, Serviços Hoteleiros e Serviços Administrativos em Instituições de Saúde.

Para maiores informações, os interessados podem entrar em contato com as Unidades do SENAC responsáveis pela capacitação.

Campina Grande

  • (83) 3341-5722

Patos

  • (83) 3415-7450

Cajazeiras

  • (83) 3531-3552

João Pessoa

  • Escola Sesc Dom Ulrico – (83) 3133-1169;
  • Escola Senac de Gastronomia e Hotelaria – (83) 3031-3547.

Sousa, Guarabira e Cabedelo

  • (83) 3133-1177

Por que ser um Jovem Aprendiz?

Além de uma grande oportunidade qualificação profissional, o jovem aprendiz tem alguns direitos que são assegurados pela Lei da Aprendizagem:

  • O aprendiz sempre terá acesso a um curso de qualificação na área de atuação na empresa;
  • Jornada de trabalho de até 6 horas diárias, menor que o trabalho formal;
  • O aprendiz sob hipótese alguma pode extrapolar suas horas estabelecidas de trabalho, também não podem fazer trabalhos noturnos;
  • Salário baseado no salário mínimo por hora no Brasil e que é proporcional às horas de trabalho, por isso ele é variável de acordo com a empresa;
  • Trabalho registrado com anotação na Carteira de Trabalho;
  • Férias remuneradas, que devem coincidir com as férias escolares;
  • Direito a 13º salário;
  • 2% de FGTS;
  • Para o sexo masculino: Caso precise se afastar para servir ao exército, o FGTS continua a ser pago;
  • Direito a receber vale transporte;
  • Contrato de duração de 2 anos com possibilidade de efetivação em alguns casos.

Continue bem informado, acompanhe a editoria de Carreiras do FDR.

Jamille NovaesJamille Novaes
Jamille Pereira Novaes é graduada em Letras Vernáculas pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), pós-graduada em Gestão da Educação pelo Centro Universitário Maurício de Nassau (UNINASSAU). Como professora de Língua Portuguesa, já atuou no ensino fundamental I e II. Atualmente, trabalha com professora de Língua Portuguesa no ensino técnico e redatora da editoria de carreiras do portal FDR.