IPTU 2021 Aracaju ganha NOVAS datas para pagamento; confira calendário!

Na última quarta-feira (30), a Prefeitura de Aracaju divulgou o calendário do Imposto Predial territorial Urbano (IPTU) para 2021. Por meio da Secretaria Municipal da Fazenda (Semfaz), 200 mil carnês do IPTU 2021 começarão a ser entregues aos moradores do município.

IPTU 2021 Aracaju ganha novas datas para pagamento; confira calendário!
IPTU 2021 Aracaju ganha novas datas para pagamento; confira calendário! (Imagem: Montagem/FDR)

Além do carnê físico, distribuído pelos Correios, a população poderá ter acesso aos boletos pelo Portal do Contribuinte, pelo site da Semfaz. Será possível consultar e emitir o documento. O pagamento poderá ser feito em uma rede bancária credenciada.

Para o contribuinte que preferir pagar o imposto em cota única, o vencimento será dia 15 de janeiro. O pagamento à vista terá desconto de 7,5% para quem não possui débitos com o município. Caso o contribuinte esteja inadimplente, o desconto será de 2,5%.

Também será possível pagar o IPTU em até dez parcelas. Neste caso, o valor mínimo da parcela deverá ser de R$ 93,00. O vencimento da primeira parcela será dia 5 de fevereiro. Já os meses seguintes terá o vencimento para o dia 5 ou primeiro dia útil.

De acordo com o secretário da pasta, Jeferson Passos, o tributo deste ano terá um reajuste de 2,65%. Esta mudança corresponde à variação do Índice Nacional e Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

No entanto, o secretário afirma que “aqueles imóveis que a Prefeitura ainda não cobra o IPTU sobre o valor de avaliação de mercado, ou seja, que a cobrança está defasada, foi estipulado um acréscimo anual de 5% até que seja alcançada a justa correção fiscal”.

Isenção do IPTU 2021 para Aracaju

Conforme a política de isenção presente no município de Aracaju, o benefício fiscal do IPTU 2021 será concedido em duas situações:

A primeira situação está relacionada ao valor do imóvel. O imóvel residencial que possuir o valor de avaliação de até R$ 80 mil será automaticamente isento do IPTU — desde que seja o único bem do proprietário. Neste caso, o benefício já é computado no sistema, sem a necessidade de requerimento.

Também estão inclusas as famílias que possuem renda de até dois salários mínimos e somente um imóvel com valor de avaliação de até R$ 160 mil. No entanto, será preciso comprovar a situação da renda, de forma anual.

Quem esteve isento em 2020, teve o benefício estendido para 2021 e 2022 sem precisar de requerimento.

Além dessas duas situações relacionadas ao valor do imóvel e renda familiar, a isenção será concedida aos servidores públicos municipais — desde que tenham somente um vínculo profissional e um único imóvel, independente do valor do bem.

Gostou do conteúdo? Siga @fdrnoticias no Instagram e FDR.com.br no Facebook para ver as últimas notícias que impactam diretamente no seu bolso e nos seus direitos.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.