Cartão de crédito BNDES garante limite maior para MEI; saiba como solicitar

Durante o crescimento da empresa, o Microempreendedor Individual (MEI) poderá ter dificuldades para obter financiamento. Para auxiliar esse grupo de pessoas, o cartão de crédito BNDES disponibiliza grande limite para financiar o negócio. Descubra como solicitar o serviço.

Cartão de crédito BNDES garante limite maior para MEI; saiba como solicitar
Cartão de crédito BNDES garante limite maior para MEI; saiba como solicitar (Imagem: Reprodução/Google)

O cartão de crédito disponibilizado pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social possuí limite de crédito de até R$ 2 milhões por banco emissor. O parcelamento poderá ser de até 48 prestações mensais, fixas e iguais.

Além do MEI, o cartão BNDES está disponível para micro, pequenas e médias empresas (MPME); e clubes, sindicatos e associações.

O cartão do BNDES está disponível para as pessoas que possuem um faturamento anual de acordo com a categoria. Além disso, a documentação da empresa precisa estar regularizada e com a residência fixa no país.

Com a aprovação o profissional poderá ter o financiamento de itens novos e de fabricação nacional, credenciados no Portal do Cartão BNDES. Entre as possibilidades, há máquinas e equipamentos, insumos para produção, materiais para produção, entre outros.

Solicitação do cartão de crédito BNDES para MEI

Para solicitar o cartão BNDES, a pessoa deverá acessar o site do banco e escolher a opção “Solicite seu Cartão BNDES”. Com isso, deverá preencher as informações solicitadas, além de escolher o emissor e a bandeira do cartão disponível.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
OPORTUNIDADE
Novo Cartão de crédito queridinho do Brasil, sem anuidade e que você pode solicitar agora 34.787 pessoas já solicitaram

A instituição financeira escolhida será responsável pela análise e aprovação do crédito. Como forma de facilitar na hora da aprovação o BNDES sugere que a pessoa escolha a empresa que já possui relacionamento.

Com a aprovação, a pessoa deverá comprovar pessoalmente os dados para a instituição financeira emissora — por meio da documentação necessária.

Caso a instituição bancária não aprove o cartão BNDES, ainda será possível escolher outro banco emissor. Como cada banco possui regras distintas, pode ser que a aprovação ainda aconteça.

Esses bancos são autorizados a cobrar a Tarifa de Abertura de Crédito (TAC) na emissão do cartão. No entanto, o valor não pode passar de 2% do limite de crédito concedido.

Vale ressaltar que nem todas as instituições realizam a cobrança. O cliente também deverá conferir as taxas de juros, que é definida mensalmente, atualizada no Portal de Operações do cartão BNDES.

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Possui experiência em produção textual e, atualmente, dedica-se à redação do FDR produzindo conteúdo sobre economia.