Licenciamento 2021 do Acre ganha calendário oficial com pagamentos a partir de janeiro

O período de pagamento dos impostos está chegando e no Acre já foi divulgado o calendário de pagamentos do IPVA (Imposto Sobre a Propriedade de Veículos Automotores) 2021 e do Licenciamento. Confira as datas e a diferença entre os dois.

Licenciamento 2021 do Acre ganha calendário oficial com pagamentos a partir de janeiro (Imagem FDR)

A diferença é que o IPVA é um imposto fixo sobre a propriedade do veículo e de recolhimento da Sefaz (Secretaria de Estado da Fazenda).

Já o licenciamento é a liberação que autoriza que seu veículo possa trafegar nas ruas e estradas, sendo de responsabilidade do Detran (Departamento Estadual de Trânsito).

O licenciamento é dependente do pagamento do IPVA. Nos casos de atraso no pagamento do IPVA, o licenciamento não poderá ser renovado. Circular com um veículo sem documento ou com documento vencido é classificado como infração gravíssima de trânsito.

Os pagamentos para ambos os tributos começam em janeiro e terminam em outubro, e foi organizado segundo os números finais das placas dos veículos.

Os motoristas que optarem pelo pagamento parcelado do IPVA devem pagar o licenciamento na mesma data da última parcela.

Para conferir os boletos de recolhimento dos impostos, o motorista deve entrar no site do Detran AC. As informações a respeito do licenciamento 2021 ficam disponíveis a partir de janeiro.

“Após a quitação dos débitos, o proprietários devem entrar na plataforma de autoatendimento no site do Detran/AC para obter o documento do veículo”, disse  o presidente da autarquia Luiz Fernando Duarte.

Confira o calendário do IPVA 2021 do Acre

Imagem: SECOM/AC

CRLV Digital não deixará documento mais barato

Mesmo com o documento apenas em sua versão digital, o preço não deve ser reduzido. O CRLV é emitido somente em formato digital deste 1º de agosto seguindo a resolução do Cotran (Conselho Nacional de Trânsito).

A partir desta data, o proprietário recebe o documento e pode fazer a impressão do mesmo quantas vezes desejar.

O Detran diz também que a taxa cobrada pela emissão do documento não foi impactada pelas mudanças recentes.

Isto acontece, pois “o papel moeda utilizado para emissão do licenciamento anual não estava incluído no valor do serviço, uma vez que era fornecido pela Seguradora Líder, não gerando custos para o Departamento de Trânsito”.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.