INSS estabelece novo prazo para agendar perícia médica na solicitação do auxílio doença

Segurados do INSS são convocados para a realização das perícias médicas. Nessa semana, o Instituto Nacional do Seguro Social informou que está aberto o prazo para marcar as avaliações de saúde com seus peritos. A população terá até 30 dias para poder conseguir agendar o procedimento, sendo este disponível para dois grupos específicos.

INSS estabelece novo prazo para agendar perícia médica na solicitação do auxílio doença (Imagem: Reprodução/Google)
INSS estabelece novo prazo para agendar perícia médica na solicitação do auxílio doença (Imagem: Reprodução/Google)

Se você está com as perícias médicas em atraso, fique atento, pois o INSS acaba de fazer uma nova convocação. De acordo com o documento publicado pelo órgão, terá o direito de fazer o agendamento, até janeiro de 2021, apenas aqueles que a partir de 1 de fevereiro, fizeram o pedido de auxílio-doença, sem ter acesso ao exame.

Além disso, o segurado com o benefício adiantado mas indeferido, também está incluso.

Extensão de prazo

De acordo com o edital de número 5, disponibilizado no último dia 16, os segurados terão 30 dias para fazer o agendamento. O que significa que a marcação deverá ocorrer até 16 de janeiro.

Aqueles que conseguirem fazer o procedimento e se enquadrarem nas normas beneficiárias terão ainda o direito de receber os valores de forma retroativa contabilizada desde a data inicial do pedido.

Agendamento digital da perícia médica do INSS

O INSS reforçou ainda que a marcação permanece sendo feita de forma remota, pelo telefone 135, ou pela internet, no aplicativo ou no site Meu INSS.

Para quem se conectar nas plataformas, basta informar o número do CPF, escolher a unidade disponível mais próxima da sua residência e informar o dia e horário desejado. É preciso ainda observar as datas disponíveis, ficando sujeito a lotação nas unidades.

Orientações para marcação

A advogada, Priscila Arraes Reino, do escritório Arraes & Centeno Advogados, explica que no dia agendado para a perícia médica, “as pessoas devem levar documentos contemporâneos ao início da incapacidade”.

Aqueles que comparecerem sem os dados exigidos pelo órgão perdem a vez no atendimento, sendo necessário realizar uma nova marcação.

Ela reforça ainda que não basta apenas levar os documentos atuais, mas sim aqueles que comprovam a incapacidade, ou seja, o laudo médico inicial. “Como é que você prova que estava incapacitado para o perito depois de tantos meses?”, questionou.

Informes do INSS

Ainda no edital o INSS esclarece que estará enviando “avisos para os requerentes que tenham fornecido estes tipos de dados para contato”. Solicitando que todos mantenham informes como e-mail e número do celular atualizados.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA