Atenção! Veja como evitar golpe do motoboy e clonagem do cartão de crédito

Como forma de tentar enganar cada vez mais pessoas, os criminosos buscam diversas formas de conseguir informações pessoais das vitimas. O golpe do motoboy tem sido uma dessas formas em que o cartão de crédito é fornecido aos golpistas. Veja mais detalhes sobre essa prática para não ser enganado.

Atenção! Veja como evitar golpe do motoboy e clonagem do cartão de crédito
Atenção! Veja como evitar golpe do motoboy e clonagem do cartão de crédito (Imagem: Pixabay)

O golpe do motoboy consiste no golpista enviar alguém para buscar o cartão de crédito na casa da própria vítima. Os idosos são os mais visados nesta prática. O golpe pode acontecer quando os criminosos se passam por funcionários de alguma empresa de cartão.

Para tentar enganas essas pessoas, os golpistas afirmam que o cartão estaria bloqueado. Dessa forma, os dados privados seriam repassados, como a senha do cartão. Com esses dados, seria possível acabar com o limite.

Primeiramente, os criminosos criam uma central falsa de cartão para enganar as vítimas. Com a coleta de dados dessas pessoas, seria possível entrar em contato. Durante a ligação, os criminosos induzem a repassar os dados sigilosos.

Durante este processo, a potencial vítima é informada que precisaria ter o cartão recolhido para perícia, por meio de um motoboy — ou até mesmo um motorista de carro ou uma pessoa a pé.

Por conta de que os criminosos possuem diversos dados pessoais antes de entrar em contato com a vítima, muitos não desconfiam de que se trata de um golpe. Entre os dados colhidos previamente, há o endereço, nome, CPF, entre outros.

Como não ser enganado

Caso alguma pessoa entre em contato avisando que o cartão de crédito tenha sido supostamente bloqueado, a pessoa deve imediatamente entrar em contato com a instituição financeira responsável. Dessa forma, será possível confirmar se a informação procede.

Cabe destacar que a pessoa deve entrar em contato com um canal de informação oficial da empresa. Sendo assim, se o golpista buscar induzir a entrar em contato com outro número, esteja atento para que essa informação seja verídica.

Por fim, não aceite que alguém venha buscar o cartão de crédito na própria residência. No caso da clonagem de cartão, há algumas medidas para evitar esse golpe.

O uso de um cartão virtual pode ser uma forma de aumentar a segurança em compras online. Neste caso, verifique se o site é confiável.

Além disso, o cuidado de evitar fornecer informações pessoais para pessoas suspeitas, e até mesmo pelas redes sociais deve ser tomado. De forma geral, desconfie sempre de supostas informações repassadas.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.