Reajuste no auxílio doença INSS: QUANTO vou receber com NOVO pagamento?

INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) informou que está fazendo reajuste nos valores a serem enviados aos segurados que solicitaram a antecipação do auxílio-doença. Ou seja, poderá ocorrer um aumento no pagamento do benefício.

Reajuste no auxílio doença INSS: QUANTO vou receber com NOVO pagamento? (Imagem: Adobe Stock/FDR)

O reajuste nos valores do auxílio-doença foi uma iniciativa do Governo Federal tendo em vista o processo de análise das perícias médicas dos segurados.

Mais de 600 mil segurados, de um total de 1,1 milhão de antecipações concedidas até o dia 31 de outubro, passarão por uma análise automática de seus processos e poderão ser contemplados com novos valores em dezembro.

O INSS ressalta que não são todos os beneficiários que terão direito à esta diferença, já que o valor do benefício pode mudar após o processo de revisão.

Como funcionará as novas liberações?

Para ter acesso ao acréscimo, o segurado precisa que sua documentação tenha sido analisada pelo INSS. Ou seja, é necessário ter solicitado o pagamento antecipado do benefício. Com os dados na base do instituto, a perícia poderá ser feita e assim, para quem tiver direito, será enviado os acréscimos.

Os segurados com direito à diferença, receberão em sua casa uma carta do INSS com as informações do recálculo e o valor total devido.

Quem tiver qualquer dúvida sobre o benefício, pode acessar o portal Meu INSS (site e aplicativo) ou entrar em contato pelo telefone 135, para consultas e esclarecimentos.

Os pagamentos com o valor devido serão feitos em conta corrente, direto no caixa da agência ou através de saque com cartão magnético. O cálculo de definição do reajuste vem variando de acordo com a realidade de cada segurado. A diferença é calculada com base no valor recebido na antecipação, estabelecida em R$ 1.045.

Como requerer a antecipação do auxílio-doença?

Para requerer a antecipação o segurado deve enviar, pelo Meu INSS, o atestado médico e a declaração de responsabilidade pelos documentos enviados. O atestado passará por análise da perícia médica para liberação da antecipação.

  • Ao entrar no Meu INSS, selecione a opção “Agendar Perícia”;
  • Clique em “Perícia Inicial” e, em seguida, “Selecionar”;
  • Na pergunta “Você possui atestado médico”, selecione “SIM” e “Continuar”;
  • Preencha as informações solicitadas e clique em “Avançar”;
  • Em “Anexos”, clique no sinal + para inserir o documento e clique “Anexar”;
  • Selecione o documento (atestado médico) que você deseja anexar, clique em “Abrir” e, em seguida, pressione “Enviar”;
  • Clique em “Gerar Comprovante” para salvá-lo no computador ou celular.

O atestado médico anexado no Meu INSS, deve estar legível e sem rasuras; conter a assinatura do profissional emitente e o carimbo de identificação, apresentando o registro do respectivo Conselho de Classe ou Registro Único do Ministério da Saúde (RMS); conter as informações sobre a doença ou Código Internacional de Doenças (CID); e conter ainda o período estimado de repouso necessário.

Avaliação digital

Durante esse período de reabertura e diminuição de perícias presenciais, o INSS vem buscando novas formas de dar andamento ao procedimento médico. Dessa forma, está sendo testado um projeto com o objetivo de digitalizar o serviço.

Nesse projeto, os peritos contam com o suporte de médicos parceiros, contratados pelas empresas, para fazer a avaliação nos profissionais afastados. Por vídeo chamada, ambos acompanham o segurado de modo que decidem se autorizam ou não a concessão de seu benefício.

O período de teste será aplicado até o dia 31 de janeiro de 2021 e, na sequência a gestão do INSS deverá se reunir para avaliar se a proposta será fixada em seu serviço ao longo de 2021.

Caso seja adotada, a ideia é aplicar um treinamento entre servidores e população para inclusão nos processos tecnológicos.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

REDAÇÃO
Cobertura e repercussão de assuntos que impactam o bolso de todos os brasileiros. A redação do FDR.com.br traz diariamente assuntos relevantes de uma forma descomplicada e confiável.