Licenciamento MG 2021 depende da aprovação entre os deputados; o que pode mudar?

A Secretaria de Estado da Fazenda de Minas Gerais alegou que o valor da Taxa de Renovação do Licenciamento Anual de Veículos (TRLAV) para 2021 ainda não foi definido. A declaração aconteceu nesta terça-feira (1), em uma coletiva de imprensa para a divulgação da escala de pagamento do IPVA. O resultado depende da aprovação entre deputados.

Licenciamento MG 2021 depende da aprovação entre os deputados; o que pode mudar?
Licenciamento MG 2021 depende da aprovação entre os deputados; o que pode mudar? (Imagem: Mike/Pexels)

O subsecretário da Receita Estadual, Osvaldo Scavazza, afirmou que aguarda a tramitação de um projeto de lei que o governo enviou à Assembleia Legislativa que prevê uma mudança no critério atual. Este modelo é usado para correção anual do valor da Unidade Fiscal do Estado de Minas Gerais (Ufemg).

O subsecretário ainda aponta que o texto mantém o Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna (IGP-DI). Este índice teve variação de 22,10% nos últimos 12 meses. Porém, acrescenta o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que apresentou variação de 3,92% no mesmo período.

Novos prazos aos motoristas

Nesta quarta-feira (2), o Departamento de trânsito de Minas Gerais (Detran-MG) e a Polícia Civil (PCMG) divulgaram novas datas para procedimentos relacionados à Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Habilitações vencidas entre janeiro e dezembro de 2020 poderão ser renovadas em até 12 meses segundo a data de vencimento. Esta regra também vale para Permissão para Dirigir (PPD), a Autorização para Conduzir Ciclomotor (ACC) e certificados de cursos especializados.

Para o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) referente ao exercício de 2020, será documento de porte obrigatório. Essa determinação abrange o formato físico ou digital.

Veículos com placas finalizadas em 1, 2, 3, 4, e 5 terão a obrigatoriedade a partir de 1 de fevereiro. Já os que possuem as placas finais em 6, 7, 8, 9 e 0, a exigência será a partir de 1 de março de 2021.

Registro de novos veículos adquiridos entre 19 de fevereiro e 30 de novembro deve ser feito até 31 de janeiro. Os veículos usados adquiridos a partir de 18 de fevereiro e em março devem ser transferidos até 31 de dezembro.

Com relação aos veículos adquiridos em maio, abril e junho, o prazo será dia 31 de janeiro de 2021. Já os que foram adquiridos em julho, agosto e setembro terão o prazo final em 28 de fevereiro de 2021.

Por fim, os veículos adquiridos em outubro e novembro deste ano terão o prazo para 31 de março de 2021. O registro de veículos novos e usados adquiridos a partir de 11 de dezembro deste ano mantém os prazos normais.

O prazo para que o antigo proprietário comunique a venda de veículos comercializados de 19 de fevereiro de 2020 a 30 de novembro será até 31 de dezembro deste ano — ao levar em consideração a data presente no verso do Certificado de Registro de Veículo (CRV).

Mudança de endereço e vistorias de veículo em que não há alteração de proprietário deve ser efetivada até 31 de dezembro deste ano.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.