IPVA MG 2021: Tabela, valor e formas de PAGAMENTO foram divulgadas; confira!

Pontos-chave
  • Tabela do IPVA 2021 já está disponível para os contribuintes;
  • Valores a partir de R$150 podem ser parcelados;
  • Pagamentos em cota única recebem 3% de desconto.

Com o fim do ano se aproximando, está chegando o momento dos pagamentos de tributos e um dos primeiros a bater a porta é o IPVA MG 2021. A tabela já está disponível desde o dia 01, e todas as informações a respeito do imposto foram trazidas por Osvaldo Scavazza, subsecretário da Receita Estadual.

IPVA MG 2021: Tabela, valor e formas de PAGAMENTO foram divulgadas; confira!
IPVA MG 2021: Tabela, valor e formas de PAGAMENTO foram divulgadas; confira! (Imagem: Kaboompics/Pexels)

A projeção é que com o IPVA 2021, o estado arrecade cerca de R$6,33 bilhões. Em comparação com 2020, é previsto um aumento de 6,74%, o que representa R$399,8 milhões a mais. O valor médio do tributo é de R$612,54.

A Receita diz que não foram aplicados reajustes no valor do imposto. As alíquotas-base seguem sendo de 4% para veículos e 3% para motos. O que foi alterado no valor é a base de cálculo, que é fundamentada na tabela Fipe, o que pode fazer com que o imposto fique mais caro para alguns modelos ou mais barato para outros.

Porém, a SEF (Secretaria de Estado de Fazenda) ao fazer um comparativo com o IPVA de 2020, calcula que no próximo ano haverá uma diminuição em torno de 4,12% da base de cálculo adotada.

O calendário de pagamentos se inicia no dia 18 de janeiro e vai até 24 de março. Os motoristas podem parcelar valores a partir de R$150 e os que optarem pelo pagamento em cota única, recebem desconto de 3%.

Final da placa Cota única/1ª parcela (janeiro) 2ª parcela (fevereiro) 3ª parcela (março)
9/0 22 24 24
7/8 21 23 23
5/6 20 22 22
3/4 19 19 19
1/2 18 18 18

O desconto também será concedido para os motoristas que pagarem em dia, todas as obrigações de seu veículo nos anos de 2019 e 2020. Este benefício que é conhecido entre a população como “Bom Pagador” entrará de forma automática no cálculo do tributo.

A SEF diz que 20% do valor arrecadado com o IPVA 2021 será repassado ao Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais de Educação (Fundeb); 40% ao caixa único do Estado e 40% para o município de licenciamento do veículo.

Como efetuar o pagamento

O motorista pode emitir sua guia de pagamento no site da SEF. Osvaldo fez um alerta dizendo que a secretaria não faz o envio de boletos por email, correio e nem envia mensagens de celular, isto é uma prática golpista.

Os pagamentos já podem ser realizados nos terminais de autoatendimento ou nos guichês dos agentes arrecadadores: Bradesco, Mercantil do Brasil, Caixa Econômica Federal, Casas Lotéricas, Mais BB, Banco Postal, Santander e SICOOB.

Para pagar é só informar o número do Renavam do veículo. Nos Banco do Brasil e o Itaú somente os correntistas conseguem fazer o pagamento.

Os motoristas que pagarem fora do prazo terão um acréscimo de 0,3% ao dia (até o 30º), e de 20% após 30 dias e ainda dos juros baseados na taxa referencial do Sistema Especial de Liquidação e Custódia (Selic).

Frota cresce no estado

O estado teve um incremento de 241.444 novos veículos tributáveis, 2,39% a mais que em 2019, segundo a SEF. Cerca de 90 mil veículos entre novos e que vieram de outros estados, devem ser incluídos na frota mineira até o final do ano.

Mesmo com esse crescimento, a crise econômica decorrente do coronavírus pode ter reduzido o número de novos carros no estado.

“Em função da pandemia, observamos crescimento da frota inferior ao que observamos no ano passado”, disse o subsecretário da Receita Estadual. Entre o ano passado e este, foi contabilizado um crescimento de 3,74% na frota e 9,07% na estimativa de arrecadação.

Considerando toda a frota do estado, 3.057.590 (29,56%) veículos se encontram na Região Metropolitana de Belo Horizonte e 1.943.360 (18,79%) estão na capital.

Conheça alguns dos veículos com o IPVA mais barato
IPVA MInas

Taxa de Licenciamento

A TRLAV (Taxa de Renovação do Licenciamento Anual de Veículos) para o ano de 2021 ainda não foi divulgada, pois a Secretaria de Fazenda está esperando a tramitação do projeto de lei que foi remetido pelo governo à Assembleia Legislativa e que propõe alteração no critério atual utilizado para a correção anual do valor da Unidade Fiscal do Estado de Minas Gerais (Ufemg).

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira, formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo, atua como do redator do portal FDR produzindo matérias sobre economia em geral e também como repórter do site Aparato do Entretenimento cobrindo o mundo da TV e das artes.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA