IPTU 2021: Campinas aprova NOVAS regras na cobrança do imposto a partir do próximo ano

Nesta quinta-feira (3), a câmara de Vereadores de Campinas aprovou uma mudança na cobrança do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) para 2021. A aprovação foi sobre o projeto da “Lei do IPTU Real”, que define o que é o valor venal de imóveis — e possuí impacto direto sobre a base de cálculo do imposto.

IPTU 2021: Campinas aprova mudança na cobrança do imposto a partir do próximo ano
IPTU 2021: Campinas aprova mudança na cobrança do imposto a partir do próximo ano (Imagem: Divulgação/ Câmara Municipal de Campinas)

A proposta, de autoria do presidente da câmara, Marcos Bernardelli (PSDB), define valor venal como o “preço de venda à vista em condições normais de mercado para o metro quadrado do mesmo imóvel”.

Há a estipulação que a administração pública terá a obrigação de alterar o valor lançado para determinado imóvel, caso seja constatado por decisão fundamentada que o valor que consta da Planta Genérica esteja superior ao valor venal do metro quadrado do terreno.

O projeto de lei indica que o contribuinte poderá comprovar o valor venal real por meio de laudos técnicos firmados por profissionais vinculados a conselhos de classes competentes.

Entre os possíveis conselhos, há o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA), Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU) e Conselho Regional dos Corretores de Imóveis (CRECI).

A reunião extraordinária foi realizada por Sistema de Deliberação Remota, e teve a aprovação por unanimidade. Com isso, a matéria seguirá para sanção do prefeito Jonas Donizette (PSB).

Marcos Bernardelli afirma que o projeto desburocratiza o processo de revisão do valor venal, de forma com que o cidadão tenha, ao menos, dois laudos feitos por profissionais habilitados para comprovar a discrepância de valor de mercado do imóvel.

“Diante desses laudos, após simples conferência do setor de avaliação, a autoridade tributária irá corrigir as distorções”, prossegue, segundo a Câmara Municipal de Campinas.

Reuniões extraordinárias

Durante esta quinta-feira, houveram 17 reuniões extraordinárias online, por Sistema d Deliberação Remota. O objetivo foi de realizar a votação de 16 projetos de lei e 5 requerimentos.

Uma das aprovações feitas foi sobre um projeto de lei complementar que autoriza a administração pública municipal a suspender de forma provisória os pagamentos previdenciários patronais ao Camprev. Ainda houve outros relacionados ao meio ambiente.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.