Tabela do INSS ganha NOVAS datas de pagamento a partir de 2021; confira cronograma!

Pontos-chave
  • INSS divulga calendário de pagamentos para 2021;
  • Funcionamento das agências deverá ser reformulado;
  • Órgão investe em novos serviços por meio de tecnologias digitais.

INSS divulga cronograma de pagamentos para os salários e aposentadorias de 2021. Nessa quarta-feira (02), o Instituto Nacional do Seguro Social liberou a tabela com as datas de depósito para seus segurados ao longo do próximo ano. A expectativa é que 35 milhões de pessoas sejam contempladas e os primeiros envios serão iniciados já em janeiro.

Tabela do INSS ganha NOVAS datas de pagamento a partir de 2021; confira cronograma! (Imagem: Reprodução Google)
Tabela do INSS ganha NOVAS datas de pagamento a partir de 2021; confira cronograma! (Imagem: Reprodução Google)

Com o fim do ano cada vez mais próximo, o governo vem trabalhando para organizar suas atividades de 2021. Entre as ações já preparadas, o INSS acaba de divulgar seu calendário de pagamentos até o mês de dezembro do ano seguinte. O novo cronograma (exibido mais abaixo) já foi validado e não deverá sofrer alterações.

Como conferir minhas datas?

Para saber a data de pagamento de seu benefício, basta acompanhar o padrão de 10 dígitos liberado pelo INSS. Nesse caso, o segurado deve se atentar para o último número informado, procurando a linha referente a ele na tabela.

Aqueles de dígito final 9, por exemplo, precisam procura-lo na primeira coluna e ao identificar basta seguir a linha horizontal com os dias marcados para os depósitos. Outra observação importante é que há uma divisão a partir da faixa de renda.

Aqueles que recebem até um salário mínimo tem um cronograma e os demais com pagamentos superiores seguem outras datas. Entretanto, em ambos os casos a organização para a identificação é a mesma.

Serviços do INSS em 2021

Além das datas de pagamento, o governo também vem liberando informes sobre como funcionará o INSS em 2021. Com a pandemia do covid-19, muitos dos protocolos de atendimento foram modificados.

Há uma grande expectativa para que parte significativa dos serviços passem a ser feitas por meio de plataformas digitais.

Para quem vai realizar perícias médicas, o órgão vem monitorando um projeto piloto com a finalidade de permitir que seus peritos façam as avaliações por vídeo chamada com profissionais parceiros da área de saúde.

Outra atividade que também deverá ser otimizada é a realização da prova de vida. Inicialmente os segurados deveriam comparecer até uma agência bancária e apresentar um documento oficial com foto.

Agora a ideia é que esse procedimento passe a ser feito através do próprio aplicativo do INSS por meio de um sistema de reconhecimento facial.

O órgão já está testando a ferramenta em um grupo específico e deverá confirmar sua validação em meados do mês de janeiro.

Efeitos do Covid-19 no atendimento das agências

Quanto a como funcionará as agências em 2021 por causa da pandemia, ainda não há protocolos específicos liberados. Até o momento algumas unidades foram reabertas, mas apresentam problemas quanto as filas de espera para conseguir a concessão dos benefícios.

Dessa forma, espera-se que ainda em janeiro esse sistema permaneça travado e as perícias se mantenham suspensas. Já a partir de fevereiro, caso haja a liberação da vacina especificamente para pessoas com mais de 65 anos, os atendimentos poderão adiantar o fluxo.

Pagamentos antecipados e suspensão de novas solicitações do auxílio doença

Por fim, os últimos informes liberados pela gerencia do INSS que terão efeito em 2021 é o fim das antecipações do auxílio doença e a volta da obrigatoriedade de perícias médicas. Neste ano, os cidadãos estavam conseguindo receber sem precisar se submeter a uma avaliação do perito do INSS.

No entanto, já a partir desse mês os exames voltarão a ser obrigatórios e exclusivos pelos profissionais de saúde parceiros do órgão. Dessa forma, quem solicitou a antecipação e precise renovar ficará sujeito as filas para a obtenção da perícia.

Paralelamente o INSS também já informou que está liberando os reajustes para quem solicitou a antecipação até 31 de outubro. É válido ressaltar que esses valores são referentes apenas ao auxílio doença e a quantia final leva em consideração a faixa de renda do segurado.

Para mais informações sobre os serviços basta acompanhar nossa página previdenciária ou se conectar no portal oficial do órgão, o Meu INSS.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.