Caixa TEM: Saiba como fazer transferência por PIX usando a poupança digital

Com o Caixa TEM agora é possível fazer transferências bancárias usando PIX. Com isso, os brasileiros que estão recebendo o auxílio emergencial ou o FGTS emergencial podem usar o novo recurso disponibilizado pela Caixa Econômica Federal.

Caixa TEM: Saiba como fazer transferência por PIX usando a poupança digital
Caixa TEM: Saiba como fazer transferência por PIX usando a poupança digital (Imagem: Reprodução/Google)

O auxílio emergencial e o FGTS emergencial estão sendo pagos aos trabalhadores brasileiros por meio da conta Poupança Social Digital criada no nome dos beneficiários pela Caixa Econômica Federal.

Esses benefícios fazem parte das medidas adotadas pelo governo Bolsonaro (sem partido) para o enfrentamento da pandemia de Covid-19. Diante desse contexto e do isolamento social, a Caixa elaborou o app Caixa TEM, com o intuito de auxiliar esse grupo.

A ideia é permitir ter acesso ao valor antes da data do saque, podendo ser realizado pagamentos e compras através do Cartão de Débito Virtual disponibilizado no app. Veja abaixo um passo a passo:

Além disso, após a data que permite o saque é possível fazer a transferência para qualquer banco sem nenhuma cobrança, mas com o limite de até três transações mensais de R$ 600 por movimentação e de R$ 1 mil por dia.

Esses serviços foram disponibilizados para incentivar a população a usar o dinheiro virtual evitando sair de casa e as aglomerações nas compras e nos dias para o saque do benefício. Por esse motivo, a data entre o depósito em conta e o saque é bem demorado, chegando a quase um mês.

Como transferir da Caixa TEM pelo PIX

O PIX é inovador ao permitir as transferências em qualquer dia e horário, inclusive no dia do depósito na conta Poupança Social Digital. A operação é rápida e segura e em poucos segundos você terá o valor disponibilizado no banco que deseja ou, até mesmo, em outra conta da Caixa.

O usuário precisa cadastrar a chave PIX no Caixa TEM e outra na conta que deseja transferir. Após essa etapa, basta clicar na opção PIX dentro do aplicativo da Caixa e fazer o envio do dinheiro para a chave cadastrada na outra conta. A transferência é instantânea.

A chave pode ser o CPF/CNPJ, E-mail, telefone ou um número aleatório gerado pela Fintech. Segundo a Caixa mais de 700 bancos estão aptos para cadastrar as chaves e usar os serviços do meio de pagamento instantâneo do Banco Central.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Glaucia Alves
Gláucia Alves é formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Atuou na área acadêmica durante 8 anos. Em 2020 começou a trabalhar como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR, produzindo conteúdo sobre economia e direitos da população brasileira, onde já acumula anos de pesquisa e experiência. Além de realizar consultoria de redação on-line.