Em meio à pandemia, uso do cartão de débito cresceu entre os consumidores brasileiros

Durante a pandemia, os consumidores brasileiros apresentaram alta no uso do cartão de débito pelo e-commerce. Conforme indicado pela pesquisa feita pela Mastercard e Americas Market Inteligence (AMI), pela América Latina e Caribe, 46% dos participantes revelaram que utilizam o pagamento em débito para as compras virtuais.

Segundo pesquisa, a pandemia provocou mudanças nos hábitos dos consumidores
Segundo pesquisa, a pandemia provocou mudanças nos hábitos dos consumidores (Imagem: Karolina Grabowska/Pexels)
publicidade

Por conta do início da pandemia de covid-19, 25% das pessoas relataram que mudaram a forma de pagamento. Desse total, quase metade efetuava o pagamento das compras online com dinheiro em espécie no momento da entrega do produto.

A vice-presidente de produtos e inovação da Mastercard Brasil, Ana Paula Lapa, afirma que houve duas mudanças na indústria, de forma a melhorar a forma de pagamento pelo cartão de débito.

O primeiro aspecto seria a padronização no setor para realizara autenticação do consumidor sem a necessidade de entrar no internet banking. Outra mudança citada foi a diminuição de solicitação de autenticação para as compras em valores menores e com uso mais acentuado dos dados.

Aumento das compras online

A pesquisa também apontou que o e-commerce se tornou a forma mais relevante para realizar as compras. Por conta do distanciamento social, 46% dos brasileiros aumentaram o volume de compras online. Cerca de 7% fizeram a primeira compra virtual.

O método preferido dos consumidores brasileiros para as compras online foi por meio dos cartões de débito, crédito e boletos.

“O Brasil, assim como o restante da América Latina, está em um ponto de virada para a digitalização da economia e do varejo, no qual opções de pagamento seguras e convenientes se tornaram uma prioridade”, analisa a executiva.

Pagamento por aproximação

Outro ponto levantado foi a utilização da tecnologia de aproximação para efetuar pagamentos. No Brasil, 11% dos consumidores realizaram um pedido de um cartão com a tecnologia NFC pela primeira vez.

Entre os motivos citados para a adoção desse método durante a pandemia, está o aumento da preocupação com a limpeza e percepção das opções de pagamento sem toque.

Serviços financeiros

A pandemia também gerou impacto nos serviços financeiros. O número de brasileiros que utilizavam caixas eletrônicos para acessar as contas e realizar as transações diminuiu para 27%. A quantidade antes da pandemia era de 44%.

AvatarSilvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Possui experiência em produção textual e, atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.