Black Friday: Promoções relâmpago, prevenção aos golpes e como escolher o melhor desconto

Pontos-chave
  • Temporada da Black Friday já começou em alguns estabelecimentos;
  • Visa sorteia R$ 300 mil em prêmios para os consumidores participantes;
  • Domino's sorteia dois meses de pizza grátis;
  • Saiba como fugir das "ciladas" da Black Friday.

O mês de novembro anuncia a chegada da Black Friday, período em que todos os segmentos comerciais aplicam descontos especiais com preços difíceis de encontrar durante o ano. Para não se dar mal, é preciso saber como escolher a melhor oferta sem cair em golpes e sair no prejuízo.

Black Friday: Promoções relâmpago, prevenção aos golpes e como escolher o melhor desconto
Black Friday: Promoções relâmpago, prevenção aos golpes e como escolher o melhor desconto (Imagem: Reprodução / Google)
publicidade

Entre as promoções com data para iniciar e acabar está o Black Friday da Visa. Desde domingo (15) até o dia 30 de outubro, a “Roleta Visa da Sorte” irá distribuir até R$ 500 para quem realizar compras com os cartões da bandeira.

A promessa é de mais de 7 mil sorteios diferentes, sendo 50 prêmios no valor de R$ 500, 100 prêmios de R$ 200, 100 de R$ 100, 3 mil de R$ 50 e 4 mil no valor de R$ 25. Ao todo, serão distribuídos R$ 300 mil aos clientes.

Para participar é preciso se registrar na plataforma Vai de Visa, e realizar uma compra acima de R$ 5 em qualquer estabelecimento, seja físico ou online.

Pizza todo dia?

Já pensou em ter dois meses de pizza grátis na pizzaria Domino’s? É o que oferece a campanha de Black Friday da rede alimentícia em parceria com as Casas Bahia.

Quem comprar qualquer item no aplicativo da Casas Bahia, disponível gratuitamente para os sistemas operacionais Android e iOs, pode receber um vale pizza grátis por dois meses. Mas atenção: serão apenas 40 contemplados.

As Casas Bahia prometem também 100 vale-compras no valor de R$ 500 para quem comprar pizza no site da Domino’s.

iFood com comidas por R$ 1

O aplicativo iFood, também disponível gratuitamente nos sistemas operacionais Android e iOs, é mais um que participará da Black Friday.

Dentre as ofertas estão descontos de até 70%, sushis por R$ 1, “clone” (dois pelo preço de um) e outras vantagens que incluem refeições por menos de R$ 10.

Não é a primeira vez que o iFood participa do evento. Segundo o Diretor de Marketing do iFood, Felipe Pereira, as ofertas são oferecidas para aumentar as vendas dos restaurantes parceiros cadastrados na plataforma.

“Trata-se de um mês forte em que buscamos impulsionar vendas de pequenos e médios estabelecimentos para que nossos clientes possam desfrutar as melhores ofertas e opções em todo Brasil”, diz.

Black Friday: Promoções relâmpago, prevenção aos golpes e como escolher o melhor desconto
Black Friday: Promoções relâmpago, prevenção aos golpes e como escolher o melhor desconto (Imagem: SOPA Images / Colaborador / Getty Images)

Além dos descontos nos restaurantes, o iFood vai realizar um “Festival de Descontos” na seção de Mercado. Nela, serão oferecidos cupons para compras de bebidas e produtos de limpeza.

Compras de Mercado também vão ter entrega grátis para pedidos acima de R$ 100 e desconto de R$ 25 na primeira compra.

Radar ligado: golpes disfarçados de promoções

Como de praxe, eventos de grandes proporções sempre são alvo de golpes por pessoas de má fé. Na Black Friday não é diferente. Por isso, a hora da compra pede radar ligado e atenção dobrada para não ser vítima de um deles.

A ideia de “trocar seis por meia dúzia” é um dos principais alertas relacionados a esse período. Grande parte das lojas aplicam descontos em cima de valores absurdos oferecendo nada mais que o valor original do mesmo item.

Por isso, a primeira dica é realizar um planejamento da compra ao invés de fazê-la por impulso. O barato pode sair muito caro.

Pesquisar e comparar preços é sempre uma boa ideia. Além disso, se a compra for on-line, é preciso saber se o site é seguro e tem “https” no início da URL, por exemplo. Isso indica que o site em questão possui um certificado de segurança. Ou seja, mais fácil da sua compra ser verdadeira.

Ler os comentários e avaliações sempre é um bom radar. Consumidores que não se agradam das compras sempre voltam para alertar o próximo. A falta de avaliação também deve ser ponderada.

Por fim, desconfiar de preços muito baixos também pode ser um norte. Afinal, tratamos de descontos, ofertas imperdíveis, de fato, mas nada sai de graça.

AvatarIsabela Veríssimo
Isabela Veríssimo é jornalista formada pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP) com passagens por redações, desde 2016, como o Diario de Pernambuco, Jornal do Commercio e Rede Globo. Atualmente dedica-se à redação de economia do portal FDR.