Votação na pandemia: Quais são as regras para participar das eleições em 2020?

Neste domingo, 15 de novembro, eleitores de todo o país vão às urnas para eleger prefeitos e vereadores. No entanto, com a pandemia de coronavírus algumas regras mudaram nas eleições 2020. Para proteger os cidadãos, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) adotou algumas regras durante os dias de votação.

Votação na pandemia: Quais são as regras para participar das eleições em 2020?
Votação na pandemia: Quais são as regras para participar das eleições em 2020? (Imagem: montagem/FDR)

Com objetivo de garantir a segurança e a saúde dos mesários e dos eleitores, o TSE vai distribuir mais de 8,8 milhões de máscaras de proteção individual e mais de 2,1 milhões de face shields.

As zonas eleitorais ainda vão contas com vidros de álcool para limpeza das mãos. O uso da máscara será obrigatório tanto por mesários quanto por eleitores.

Outra novidade é que este ano quem não possuir o título de eleitor, ou mesmo o documento oficial com foto, na hora da votação, vai poder votar utilizando apenas o celular.

É que o TSE liberou os eleitores para votar usando o aplicativo e-Título. Segundo o órgão, até o momento, mais de 60 mil pessoas tem acessado o documento virtual diariamente.

Para as Eleições 2020, o TSE ainda exige que os eleitores cumpram algumas determinações. Confira:

  • Uso de máscara de proteção individual;
  • Distanciamento social;
  • Levar caneta para assinar a ata;

TSE ainda lembra que o horário das eleições este ano será mais cedo. Os portões dos locais de votação serão abertos às 7h.

O mais indicado e que tem sido divulgado nas redes sociais é deixar o primeiro horário, das 7h às 8h, para as pessoas idosas.

Aplicativo e-Título

Na última atualização realizada na plataforma que substitui o título de eleitor, o TSE acrescentou a opção da foto do titular.

Com isso, o celular poderá ser usado como um documento oficial no dia das Eleições 2020.

A função, no entanto, só está disponível para os eleitores que fizeram o cadastro biométrico.

As mudanças realizadas pelo Tribunal Superior Eleitoral foram com objetivo de simplificar a vida do eleitor no dia da votação. Algumas outras mudanças foram realizadas no aplicativo para oferecer maior segurança aos seus usuários.

O acesso ao documento exige que o usuário responda a uma sequência de perguntas-chave, que funcionam como uma senha para ter acesso ao título virtual pelo aplicativo e-Título. O acesso ao app também conta com um login e senha para cada usuário.

O e-Título pode ser baixado gratuitamente nas lojas online Google Play e App Store. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) recomenda que os eleitores baixem o aplicativo com a maior antecedência possível ao dia das Eleições Municipais 2020.

Justificar voto eleições 2020

Os eleitores encontram no aplicativo e-Título também informações sobre o local de votação e a situação eleitoral atual.

E quem não estiver dentro do seu domicílio eleitoral nos dias da eleição, pode utilizar o e-Título para justificar a sua ausência. A funcionalidade só estará disponível nos dias da eleição, das 7h às 17h.

Eleições 2020

Este ano a votação é para escolher prefeitos e vereadores que comandarão as cidades do Brasil pelos próximos quatro anos.

O primeiro turno das eleições será em 15 de novembro. Já o segundo turno, ocorre em 29 de novembro. Fique atento!

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

REDAÇÃO
Cobertura e repercussão de assuntos que impactam o bolso de todos os brasileiros. A redação do FDR.com.br traz diariamente assuntos relevantes de uma forma descomplicada e confiável.