Vestibulares 2021: TUDO que as universidades mudaram na aplicação das provas com a pandemia

Pontos-chave
  • Os vestibulares 2021, em todo o Brasil, tiveram que se adaptar por conta da pandemia;
  • De todos os processos seletivos, o da Universidade Estadual de Campinas foi o que mais sofreu alterações;
  • Universidade de Brasília optou pela saída do SiSU;
  • Realização de vestibulares 2021 online é a grande aposta do setor privado de ensino superior.

A pandemia interferiu diretamente nos vestibulares 2021, algumas instituições adiaram as provas, outras optaram por novas formas de ingresso. E há também aquelas que escolheram aplicar o vestibular online.

Vestibulares 2021: TUDO que as universidades mudaram na aplicação das provas com a pandemia
Vestibulares 2021: TUDO que as universidades mudaram na aplicação das provas com a pandemia. Imagem/Reprodução Google
publicidade

Todo o mundo sentiu os impactos da pandemia causada pelo Covid-19, seja no trabalho, no cotidiano ou nos estudos.

Os vestibulares 2021, em todo o Brasil, tiveram que se adaptar a essa nova realidade, confira agora o que mudou para o próximo ano.

Unicamp

De todos os processos seletivos que aqui traremos, o da Universidade Estadual de Campinas foi o que mais sofreu alterações. Os 77.653 inscritos terão que lidar com mudanças no formato de prova, nas datas, no conteúdo e mais.

  • As provas, agora, não serão mais realizadas em novembro, mas sim em 6 e 7 de janeiro de 2021;
  • Para evitar aglomerações, serão dois dias de aplicação de exame com dois grupos distintos de participantes. No sábado, os vestibulandos aos cursos de Ciências Humanas, Artes, Exatas e Tecnológicas; já no domingo, os cursos de Ciências Biológicas e Saúde;
  • Redução na quantia de questões, passando de 90 para 72 e redução do tempo de prova para 4 horas;
  • Apenas o conteúdo da 1ª e 2ª séries do ensino médio serão cobrados;
  • Em 2021 a Unicamp não adotará o Enem como forma de ingresso;
  • Redução das obras literárias cobradas, de 12 para 7.

Fuvest

A Fundação Universitária para Vestibular é a responsável pelo processo seletivo da USP, um dos mais concorridos do país, e apresentou algumas mudanças para o vestibular 2021, são elas:

  • Adiamento das provas para 29 de novembro, primeira fase e 10 de janeiro de 2021, segunda fase;
  • Mudança nos conteúdos cobrados, que agora serão apenas referentes ao primeiro e segundo ano do ensino médio. É importante dizer que há a possibilidade de que conteúdos do terceiro ano apareçam, mas em questões de interpretação, por exemplo;
  • Capacidade máxima de ocupação das salas de realização das provas de 50%;
  • Ampliação do tempo em que os portões estarão abertos.

Em todos os vestibulares 2021 que serão realizados presencialmente há também a obrigatoriedade do uso de máscara pelos vestibulandos enquanto estiverem nos locais de prova. O distanciamento de 1,5 metro e uso de álcool em gel.

Unesp

A Universidade Estadual Paulista foi outra instituição que sentiu a necessidade de apresentar mudanças para o processo seletivo.

Um dos métodos adotados pelo vestibular da Unesp é que ele já era realizado em dias diferentes de acordo com as áreas, o que facilitou a sua adaptação:

  • Agora, as provas serão realizadas em 30 (cursos de biológicas) e 31 de janeiro de 2021 (cursos de exatas e humanas);
  • A segunda fase, comumente realizada em duas etapas, será feita em etapa única a ser realizada em 28 de fevereiro de 2021;
  • O formato de prova da segunda fase também sofreu alteração, agora os candidatos deverão responder a 60 questões de múltipla escolha mais uma redação;
  • Para evitar aglomerações haverá a entrada escalonada;
  • Redução no número de vestibulandos em cada sala de aplicação.
Vestibulares 2021: TUDO que as universidades mudaram na aplicação das provas com a pandemia
Vestibulares 2021: TUDO que as universidades mudaram na aplicação das provas com a pandemia. Imagem/Reprodução Google

UnB

A Universidade de Brasília apresentou uma grande mudança, que foi sua saída do SiSU para ingresso no próximo ano. Isso porque com a mudança das datas do Enem, utilizar as notas do exame de 2020 poderia atrasar, ainda mais, o inicio do semestre.

  • Ingresso com uso da nota do Enem 2019, no momento essa opção está disponível apenas para ingresso no segundo semestre de 2020.

IF’s

Os Institutos Federais também adotaram algumas modificações em seus procedimentos de ingresso em 2021. A maioria não vai realizar os vestibulares 2021 de forma tradicional.

  • O IFPE  decidiu pela realização da análise do histórico escolar e uso da nota do Enem;
  • IFBA optou pela realização da análise do histórico escolar
  • O IFMT, IFAC, IFSC e IFSul decidiram pela realização de sorteios para ingresso no próximo ano letivo.

Instituições Particulares

A mudança é basicamente a mesma, realização de vestibulares 2021 online, essa é a grande aposta do setor privado de ensino superior.

Nesse caso, há muita controvérsia, pois há a preocupação de fraudes. Para evitar, algumas instituições estão fazendo o uso de sistemas que travam a navegação do computador, evitando que ele tenha a possibilidade de sair da plataforma e acessar outros portais e; também existem instituições que lançaram mão do uso de câmara e microfone para monitorar a movimentação dos candidatos.

Siga acompanhando a nossa editoria de Carreiras no portal FDR.

Jamille NovaesJamille Novaes
Jamille Pereira Novaes é graduada em Letras Vernáculas pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), pós-graduada em Gestão da Educação pelo Centro Universitário Maurício de Nassau (UNINASSAU). Como professora de Língua Portuguesa, já atuou no ensino fundamental I e II. Atualmente, trabalha com professora de Língua Portuguesa no ensino técnico e redatora da editoria de carreiras do portal FDR.