Chegada do PIX pode prejudicar as ações de bancos e credenciadoras? Entenda

O mercado financeiro segue atento ao lançamento do novo sistema de pagamentos do Banco Central, o PIX. Com ele, você poderá transferir dinheiro a qualquer momento, em tempo real, sete dias por semana, 24 horas por dia, de forma gratuita. Com tanta praticidade e facilidade prometida, o PIX pode prejudicar as ações de bancos e credenciadoras tradicionais?

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

publicidade
Chegada do novo sistema de pagamentos instantâneos, PIX, ameaça os bancos tradicionais credenciadoras?
Chegada do novo sistema de pagamentos instantâneos, PIX, ameaça os bancos tradicionais credenciadoras? (Imagem: Reprodução/Google)

Segundo um relatório divulgado pela XP Investimentos, a receita dos bancos tradicionais com conta corrente (o quanto os clientes pagam de taxas para ter uma conta) foi 17% do total das receitas de serviços em 2019. Com a chegada do PIX, o analista Marcel Campo acredita que esse número cairá consideravelmente.

Para ele, os clientes aceitam pagar essas tarifas em troca das vantagens que os bancos oferecem, como por exemplo, um determinado número de transferências via DOC ou TED gratuitamente no mês. Com o PIX, essas facilidades deixam de ser úteis, forçando as instituições bancárias a baixarem suas tarifas cobradas.

publicidade

“A queda de tarifa de conta corrente, especialmente de varejo, já está muito no preço das ações dos bancos. Essas tarifas já não estavam crescendo muito, com a digitalização trazida pela covid-19, a maioria dos analistas já colocou isso no preço. Tanto que as ações caíram muito e não se recuperaram (ou se recuperaram muito pouco) desde então”, declara Campo.

Na última sessão desta sexta-feira (23), as ações ordinárias do Banco do Brasil registraram queda de 34,64% no ano, enquanto as preferenciais do Itaú caíram 29,06% e as ações do Bradesco diminuíram 30,59%.

Benefício aos bancos e instituições

Alguns especialistas, porém, acreditam que o PIX poderá beneficiar os bancos. O principal motivo seria o aumento de pessoas (estimado de 20 a 45 milhões) aderindo ao novo sistema financeiro, o que é chamado de “bancarização”.

O analista de investimentos da Suno, Rodrigo Wainberg acredita que dentre as milhões de pessoas que entraram no sistema bancário com o PIX, a maioria vai acabar investindo, contraindo crédito e, isso será positivo para os bancos.

Rodrigo também aponta outro benefício, como a economia que as instituições terão com a logística envolvendo dinheiro físico, pois com o PIX a demanda por saque de dinheiro ficará bem menor. “Existem agências que só se mantêm porque há essa demanda de saques. E pode ser que com o tempo aconteça o fechamento dessas agências”, afirma o analista.

Credenciadoras 

A chegada do PIX também deve causar impacto nas donas das maquininhas de cartão. Porém, os executivos dessas companhias estão otimistas, pois uma das principais estratégias é inclui-lo como forma de pagamento nas maquininhas.

publicidade

Para utilizarem o PIX, os lojistas devem solicitar uma chave ao seu banco. Essa chave será o código de identificação daquela conta, como se fosse os dados da conta bancária.

Na hora do pagamento das compras, os clientes podem fazer uma transferência usando a chave do estabelecimento ou o lojista pode gerar um QR Code. Dessa maneira, o cliente faz a leitura do código através do smartphone e ao aparecer a transação na tela, é só validar e concluir o pagamento.

Essas transações serão cobradas dos lojistas. O Banco Central ainda não divulgou o quanto, porém especialistas acreditam que será cobrada uma taxa fixa por venda, diferente do que acontece hoje nas transações com débito ou crédito, nas quais a empresa paga uma porcentagem por transação.

publicidade

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

REDAÇÃO
Cobertura e repercussão de assuntos que impactam o bolso de todos os brasileiros. A redação do FDR.com.br traz diariamente assuntos relevantes de uma forma descomplicada e confiável.