CNH Social em Goiás finaliza inscrições neste domingo (18); veja como fazer 

O Governo do Estado de Goiás está com inscrições abertas para o Programa Carteira Nacional de Habilitação (CNH) Social até hoje, domingo (18). Ao todo, são 4.014 vagas destinadas à população de baixa renda do estado. As inscrições para o CNH Social de Goiás devem ser realizada no site do Detran do estado. 

publicidade
CNH Social em Goiás finaliza inscrições neste domingo (18); veja como fazer 
CNH Social em Goiás finaliza inscrições neste domingo (18); veja como fazer (Imagem: reprodução/Google)
publicidade

Neste processo seletivo, são três modalidades que os interessados podem concorrer: estudantil, rural e urbana. O objetivo é proporcionar a obtenção gratuita da primeira CNH nas categorias A ou B. Ou, para quem já tem o documento, a adição das categorias A ou B e a mudança de B para D. 

Os contemplados pelo CNH Social de Goiás vão receber isenção das taxas do Detran. Como, por exemplo, a taxa de inclusão no Registro Nacional de Carteira de Habilitação (Renach), Licença de Aprendizagem de Direção Veicular e agendamentos de provas teórica e de exame prático.

Os exames médico, psicológicos e toxicológico, em caso de habilitação profissional, também são quitados pelo programa. Ou seja, há isenção nessa parte também. Caso o candidato seja PCD, as despesas com a junta médica também estão inclusas. 

O programa CNH Social ainda incluí a oferta do curso teórico, de legislação de trânsito, as aulas práticas de direção e até três retestes.

Como se inscrever para o CNH Social de Goiás?

Para se inscrever, basta acessar o site do Detran de Goiás e seguir o passo a passo de inscrição disponível no site. 

Na modalidade estudantil, estão aptos a participar estudantes que têm idades entre 18 e 25 anos. É necessário estar inscrito e ativo no CadÚnico e/ou no Pronaf.

Os jovens dessa modalidade precisam ter cursado e concluído o ensino médio na rede pública estadual. Exclusivamente nesta modalidade, um dos critérios de desempate será a nota média apurada pela Secretaria de Educação do Estado de Goiás.

Já na modalidade urbana e rural, podem se inscrever pessoas com idade superior a 21 anos residentes do estado de Goiás.

Essas pessoas precisam estar inscritas no CadÚnico e/ou no Pronaf. Outro critério exigido é saber ler e escrever e atender aos critérios estabelecidos pelo Código Brasileiro de Trânsito.

Segundo o Governo de Goiás, as pessoas com deficiência terão uma reserva de vagas de 5%. Contudo, a reserva não é válida à mudança para categoria D. Nesse caso, não haverá reserva de vagas para PCDs. 

AvatarLucas Santos
Lucas Santos é jornalista graduado pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). Possui experiência em assessoria de imprensa na Prefeitura Municipal de Cariacica e redação de notícias para o portal FDR. | Instagram @lucas.sanp | LinkedIn @lucassantospto