Portal Gov.br soma MIL serviços digitalizados; veja lista com os principais

Serviços públicos passam por processo de adaptação tecnológica. Nessa quinta-feira (15), o Ministério da Economia liberou os números referentes a transição de atividades federais para as plataformas digitais. De acordo com o levantamento, o portal gov.br conta com mais de 1 mil atendimentos digitalizados. Abaixo, veja as projeções para novas mudanças.  

publicidade
Portal Gov.br soma MIL serviços digitalizados; veja lista com os principais (Imagem: Google)
Portal Gov.br soma MIL serviços digitalizados; veja lista com os principais (Imagem: Google)
publicidade

Desde o início do ano passado o governo federal vem se destacando no que diz respeito a transformações e adaptações digitais. Até janeiro de 2019, os serviços públicos representavam cerca de 1 mil novos atendimentos online.

Atualmente, já são cerca de 3.901 serviços públicos, dos quais 2.412 (61,8%) são totalmente digitalizados. 

O usuário que se conectar na página poderá contar com a realização de 610 serviços (15,6%) parcialmente digitalizados. No entanto, é válido ressaltar que há uma parte significativa destes que ainda solicitam algum procedimento presencial, como por exemplo, a entrega de documentos.  

Já no que diz respeito aos serviços não digitais, são cerca de 879 (22,5%). Estes devem apenas ser agendados pelo portal, mas a resolução deve ser feita com a presença física em alguma agência dos órgãos públicos.  

Número de usuários 

Até a última quinta-feira (15), o número total de usuários conectados no portal gov.br foi de 81,2 milhões de brasileiros.

O levantamento foi divulgado pela própria Secretaria Especial de Desburocratização, alegando que estes já possuem seu login e senha próprios para ter acesso a plataforma.  

Projeções futuras 

De acordo com o Ministério da Economia, essa adaptação para o mundo virtual vem gerando uma redução de aproximadamente R$ 2 bilhões por ano, sendo R$ 1,5 bilhão referentes a ausência de descolamento da população e de R$ 500 milhões para o governo. 

Diante dos números econômicos positivos para a administração pública o governo espera que até o fim de 2022 sejam digitalizados 100% de seus serviços federais.

A ideia é que estes passem a ser feitos todos pelo portal gov.br de modo que seja possível gerar uma economia de R$ 38 bilhões em cinco anos (de 2020 a 2025), devido ao fim da utilização de papel e a redução da burocracia e da locação de estrutura.  

No que diz respeito aos servidores que atuam nesses postos, o governo informou que deverá remanejar para outras funções, como a de análise dos documentos. 

Eduarda AndradeEduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco e formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguagens. No mercado de trabalho, já passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de ter assessorado marcas nacionais como a Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.