Banco do Brasil e Caixa encerram contrato de compartilhamento de serviços em lotéricas

O Banco do Brasil (BB) e a Caixa Econômica Federal, que são atualmente os dois maiores bancos públicos, se desentenderam e encerrarão o acordo para uso compartilhado de terminais de autoatendimento e lotéricas em todo o Brasil. De acordo com o comunicado divulgado pelo BB, a parceria, que se estendeu por anos, acabará no dia 18 de novembro.

publicidade
Banco do Brasil e Caixa encerram contrato de compartilhamento de serviços em lotéricas
Banco do Brasil e Caixa encerram contrato de compartilhamento de serviços em lotéricas (Foto: Google)
publicidade

Porque o acordo foi encerrado?

Conforme interlocutores, a Caixa propôs refazer o contrato e realizar o reajuste do valor cobrado pelas operações, porém o Banco do Brasil levou em consideração o aumento elevado e concluiu que não valeria a pena manter o acordo. Na avaliação do BB a ampliação da rede de correspondentes (Rede Mais BB) nos municípios dependentes do uso compartilhado dos equipamentos com a Caixa é mais vantajosa.

Relação do Pix com o encerramento da parceria

Na avaliação consideraram também as novidades que serão estabelecidas no mercado financeiro com o sistema de pagamentos instantâneos desenvolvido pelo Banco Central, Pix, que será lançado no dia 16 de novembro

As projeções do Banco Central é que a partir do primeiro semestre de 2021, qualquer estabelecimento comercial ofereça a opção de saque para os correntistas. Com esse fator, o saque nas lotéricas irá perder sua relevância, afirma a fonte.

O acordo é prejudicial aos clientes dos dois bancos?

O acordo encerrado possibilita que seja feito saques em espécie e pagamento de boletos a partir das retiradas nas lotéricas, além de consulta aos saldos das contas. Assim, o Banco do Brasil remunerava à Caixa pelas operações e vice-versa. Portanto, o fim da parceria é prejudicial aos clientes de ambos os bancos.

De acordo com fontes ligadas à Caixa, o intuito da instituição ao fazer a renegociação do contrato com o Banco do Brasil era dar sustentabilidade à rede lotérica

Propuseram um ajuste contratual que garantisse o equilíbrio econômico do contrato, porém o BB não aceitou, contou um técnico. Com esse cenário, a Caixa decidiu rescindir a parceria, conforme é previsto no contrato. Os bancos preferiram não dar detalhes sobre os valores do contrato, bem como a proposta de reajuste da Caixa. Porém, conforme técnicos do Banco do Brasil, o crescimento era “muito expressivo”, na casa dos 150%.

Giovanna FreitasGiovanna Freitas
Giovanna Freitas é graduanda na Universidade Anhembi Morumbi (UAM), atualmente é redatora do portal FDR produzindo pautas sobre finanças.