UFT atrasa prazo para devolver taxa de inscrição do vestibular 2020.2 após cancelamento

Os candidatos que fizeram a sua inscrição para o vestibular de 2020/02 da Universidade Federal do Tocantins (UFT), estão questionando a demora da devolução do dinheiro pago na taxa de inscrição. O valor será restituído porque o processo seletivo foi cancelado

UFT atrasa prazo para devolver taxa de inscrição do vestibular 2020.2; veja como recorrer
UFT atrasa prazo para devolver taxa de inscrição do vestibular 2020.2 após cancelamento (Foto: Google)

A seleção foi cancelada no mês de julho, por conta da pandemia do novo coronavírus.

O ano letivo foi retomado na instituição, nesta terça-feira (13), de forma remota, depois de sete meses com o calendário parado.

O vestibular vai oferecer 781 vagas em cerca de 48 cursos de graduação. A taxa que os estudantes pagaram para poder realizar a prova foi de R$120,00.

As provas foram previstas para maio, mas ficaram suspensas e em julho foram canceladas. 

A UFT prometeu que seria devolvido os valores até o dia 5 de outubro, mas os candidatos reclamaram que o prazo não está sendo cumprido.

A Universidade informou em nota que os pagamentos começaram a ser feitos, porém, houve atraso por conta de inconsistências tanto nos dados bancários informados pelos candidatos quanto na migração destes dados para o Sistema Integrado de Administração Financeira do Governo Federal (Siafi).

De acordo com a  Pró-reitoria de Administração e Finanças, os dados estão sendo preenchidos de forma manual na plataforma e os pagamento estão sendo gerados.

“A medida que o cadastro manual e a correção dos dados estão sendo feitos, os pagamentos pendentes estão sendo realizados”, diz a nota.

Retomada

A Universidade anunciou que as aulas seriam retomadas nesta terça-feira (13), depois que foi aprovada pelo Conselho Universitário na semana passada.

De acordo com o pró-reitor, Eduardo Cezari, neste primeiro momento nem todas as disciplinas vão retornar.

“Nós vamos trabalhar com um conjunto de disciplinas menor, com a finalidade de que a gente tenha um momento de aprendizagem dessa nova realidade, deste novo momento da educação. E planejar o 2020/2, que inicia em janeiro, com mais segurança e com mais condições de trabalho”, explicou.

A Universidade estava com as aulas paradas desde o mês de março deste ano por conta da pandemia do novo coronavírus.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Atualmente, é redatora do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular e finanças.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA