Mesário voluntário 2020: Ainda dá tempo de trabalhar nas eleições municipais?

Os interessados em ser mesário e auxiliar nos trabalhos eleitorais, podem se inscrever no site da Justiça Eleitoral. Além de exercer um papel fundamental para o fortalecimento da democracia, o mesário voluntário também tem direito a diversos benefícios.

Mesário voluntário 2020: Ainda dá tempo de trabalhar nas eleições municipais?
Mesário voluntário 2020: Ainda dá tempo de trabalhar nas eleições municipais? (Imagem: reprodução/Google)

Ser um mesário voluntário é uma forma de ajudar o país durante a realização das eleições, contribuindo para a legitimidade do processo eleitoral.

Segundo o TRE-SP, “A Justiça Eleitoral tem enorme apreço por essa ajuda espontânea, porque entende que o mesário voluntário exerce sua função com ainda mais motivação, alegria e comprometimento”.

Após se inscrever, o juiz eleitoral analisa a possibilidade de sua convocação, observando se você em situação regular com a Justiça Eleitoral e tem mais de 18 anos. Na última eleição foram 1.770.252 mesários, sendo 593.859 mil voluntários.

Os mesários são cidadãos nomeados pelo juiz eleitoral a compor as mesas receptoras de votos e de justificativas no dia das eleições.

A função é tomar todas as providências necessárias na seção eleitoral para que o eleitor possa votar da forma correta e com todo o sigilo garantido por lei.

As convocações acontecem por carta, e-mail ou WhatsApp. O treinamento será de forma online, devido às restrições de isolamento social, por causa do Covid-19.

As aulas estão disponíveis no Portal de Treinamento a Distancia da Justiça Eleitoral e no aplicativo para celular “Mesário – Justiça Eleitoral Brasileira”.

Ainda dá tempo de fazer sua inscrição para trabalhar nas eleições 2020. Basta acessar o site do TRE do seu estado e preencher a ficha cadastral.

Benefícios de ser mesário

Os mesários convocados e os voluntários têm os seguintes benefícios:

  • Auxílio-alimentação;
  • Certificado dos serviços prestados à Justiça Eleitoral;
  • Dois dias de folga para cada dia de treinamento oferecido pela Justiça Eleitoral;
  • Dois dias de folga para cada dia trabalhado como mesário;
  • Preferência no desempate em concursos públicos (desde que esteja previsto no edital);
  • Utilização das horas trabalhadas nas eleições como atividade curricular complementar (ACC) em universidades.

Quem não pode ser mesário

Com o intuito de garantir a legitimidade do processo eleitoral fica proibido ser mesário:

  • As autoridades e agentes policiais;
  • Os Agentes de Escolta e Vigilância Penitenciária;
  • Os Agentes de Segurança Penitenciária;
  • Os candidatos e seus parentes até o segundo grau e também o cônjuge;
  • Os eleitores menores de 18 anos;
  • Os funcionários em cargos de confiança do Executivo;
  • Os funcionários do serviço eleitoral;
  • Os Guardas Civis Municipais;
  • Os membros de diretórios de partidos políticos na função executiva.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Glaucia Alves
Gláucia Alves é formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Atuou na área acadêmica durante 8 anos. Em 2020 começou a trabalhar como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR, produzindo conteúdo sobre economia e direitos da população brasileira, onde já acumula anos de pesquisa e experiência. Além de realizar consultoria de redação on-line.