Mesário eleições 2020: Quem pode ser? Quais as vantagens? Cadastro é online

TSE convoca brasileiros para compor quadro de organização das eleições. Com a pandemia do novo coronavírus, as datas do primeiro e segundo turno eleitoral precisaram ser alteradas. Agora, o evento está marcado para os dias 15 e 29 de novembro. Em entrevista, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral informou que, neste momento, a principal preocupação é convocar os mesários para trabalharem.   

Mesário eleições 2020: Quem pode ser? Quais as vantagens? Cadastro é online (Imagem: Google)
Mesário eleições 2020: Quem pode ser? Quais as vantagens? Cadastro é online (Imagem: Google)

Para este ano, há uma preocupação maior nas candidaturas dos mesários. Muitos estão com receio de participarem, pelo risco de contaminação pelo novo covid-19.

No entanto, o Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) informou que a justiça eleitoral irá garantir equipamento de segurança individual para todos os participantes.  

A depender da quantidade de inscritos voluntariamente, o TRE informou que deverá convocar funcionários públicos, universitários e até militares, para completar o número de vagas. Abaixo, listaremos como funcionará a seleção deste ano e quais as vantagens.

O TSE, no entanto, reforça que, além de contribuir para o País e para o processo democrático, o mesário voluntário terá uma série de benefícios, que vão desde folga remunerada até vantagens de desempate em concursos públicos, caso essa regra se aplique.  

Quem pode ser mesário nas eleições 2020? 

Para se candidatar é simples, basta ter o título de eleitor regularizado com a Justiça Eleitoral e ser maior de 18 anos.

O processo de cadastramento é online, feito por meio do Portal das Eleições. Ao acessar a página, basta notificar o interesse, preencher o formulário exibido e selecionar a localização mais próxima de sua residência.  

Estão impedidos de tentar uma candidatura apenas aqueles que: 

  • menor de 16 anos 
  • candidato ou cônjuge/parente de um candidato em até segundo grau, mesmo que só por afinidade 
  • membro de diretório de um partido político e exerça alguma função executiva 
  • uma autoridade ou um agente policial, ou ainda um funcionário que exerce cargo de confiança do Poder Executivo 
  • membro do quadro de servidores e colaboradores da própria Justiça Eleitoral 
  • Agente de Segurança Penitenciária, Agente de Escolta e Vigilância Penitenciária ou Guarda Civil Municipal, no caso do Estado de São Paulo 

Valor pago aos mesários 

Não há um pagamento determinado pelo estado, entretanto, há uma série de benefícios vantajosos para quem for trabalhar nas eleições.

O valor de R$ 35 por dia de alimentação, folga no trabalho, desempate em concurso público e certificado de serviços da Justiça Eleitoral são as principais características. 

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestra em ciências da linguagem pela Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo na mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.