Bitcoin está cada vez mais perto da máxima histórica no Brasil; hora de investir?

PONTOS CHAVES

  • Investimento em Bitcoin é uma boa aposta para os brasileiros
  • Moeda digital está em destaque se comparada ao dólar
  • Saiba como fazer seus investimentos

Mercado de Bitcoin apresenta cenário positivo para os investidores brasileiros. Desde seu choque, registrado no mês de março, as aplicações na criptomoeda estão em evolução no cenário nacional. Sua valorização em todo o mundo superou US$ 12 mil, batendo todo o valor previsto para o ano de 2020. Entretanto, apenas no Brasil, a cotação pela modalidade se aproxima da máxima história de R$ 70 mil, validada em 2017.   

Bitcoin está cada vez mais perto da máxima histórica no Brasil; hora de investir? (Imagem: Google)
Bitcoin está cada vez mais perto da máxima histórica no Brasil; hora de investir? (Imagem: Google)

Com a crise do novo coronavírus, o mercado financeiro passou por uma série de instabilidades. Alterações nas taxas de juros, redução da inflação, variação do dólar, entre outros motivos, são responsáveis por influenciar também no poder de compra e venda do Bitcoin.

De acordo com especialistas do setor, o câmbio entre a moeda brasileira e americana é um dos principais fatores para que a criptomoeda passe a se destacar.  

Mayra Siqueira, gerente da exchange Binance no Brasil, explica que quando o dólar tem sua cotação baixada em comparação ao real, os Bitcoins perdem valor contra a divisa americana e se tornam mais atrativos no Brasil.  

Na última quarta-feira (19), por exemplo, a criptomoeda foi cotada em US$ 11.770 (cerca de 40% abaixo de sua máxima histórica), já o dólar (em real) estava com um valor de R$ 5,50.

Até o mês de dezembro, a desvalorização da moeda digital será de e 65% em dólares, quanto no real há uma valorização de 37%. 

“Essa região de preço é muito importante, mas possui uma forte força vendedora, podendo, por exemplo, ser o momento das pessoas que compraram na alta de 2017 iniciarem o fechamento de suas posições no ativo”, explica ela. 

Volume das negociações amplificam bitcoin  

É importante lembrar ainda que, quando convertida em reais, a criptomoeda do bitcoin se mantém abaixo do pico histórico de 2017. Isso significa dizer que se trata de um ótimo momento para os investidores, que apresentam maiores chances de lucratividade.  

Bitcoin está cada vez mais perto da máxima histórica no Brasil; hora de investir? (Imagem: Google)

A estimativa para os próximos meses, conforme apresenta Ricardo Da Ros, country manager da exchange Ripio, é que o cenário fique ainda mais positivo para os brasileiros, tendo em vista a melhora da crise do novo coronavírus.  

“Essa política de inflar o estoque de dólares tende a ser revertida para não acelerar a destruição do valor da moeda – independentemente de qual partido vença as eleições. Quando isso acontecer, os mercados podem ter uma forte correção. No Brasil, isso causaria uma desvalorização no real devido à fuga de liquidez internacional para ativos de segurança em seus países de origem, por exemplo. Como reserva de valor de baixa correlação com mercados tradicionais, a criptomoeda tende a atrair parte dessa liquidez que estaria abandonando o mercado de ações. E como hedge cambial, ela protege os investidores da desvalorização do real”, explica Das Ros. 

O que é Bitcoin? 

O Bitcoin funciona como uma moeda, assim como o real, dólar e euro. A diferença de seu funcionamento é que suas transações são feitas apenas em uma realidade digital, uma vez em que não há uma versão física.  

Para o mercado financeiro, é um investimento seguro e eficaz, devido a sua rapidez e anonimato. Seus aplicadores podem fazer transações ilimitadas, sem precisar estarem vinculados a instituições bancárias ou demais serviços de finanças. 

Como investir no Bitcoin? 

Os investimentos devem ser feitos através de compras diretamente com outros investidores, por meio do sistema “peer-to-peer” ou “p2p”. Entretanto, para quem está iniciando e deseja uma maior segurança, há uma série de corretoras que atuam exclusivamente com esse produto, conhecidas como Exchanges. 

Basta informar o valor que deseja comprar e na sequência se cadastrar no ambiente das transações. Feito isto, o investidor deve se manter atualizado das variações do mercado, podendo comprar ou vender suas moedas mediante as alterações que são feitas diariamente.

Quem der o primeiro passo pela corretora, tem um monitoramento feito pelo consultor que irá auxiliar nos momentos de instabilidade, reduzindo assim as chances de golpes e fraudes.  

Em resumo, é só selecionar a empresa ou vendedor, informar o interesse de sua aplicação, se cadastrar na plataforma informando o depósito do investimento e sua conta bancária e acompanhar a aquisição.  

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA