Dólar inicia a sexta feira em queda de 0,4% e é negociado R$5,62

O dólar abre o dia em queda nesta sexta-feira (02) com a notícia que o presidente dos EUA testou positivo para o novo coronavírus e com as declarações do presidente do Banco Central sobre possível aumento dos juros. Por volta das 9h20, o dólar operava em queda de 0,46%, sendo negociado a R$ 5,62.

Dólar inicia a sexta feira em queda de 0,4% e é negociado R$5,62
Dólar inicia a sexta feira em queda de 0,4% e é negociado R$5,62 (Imagem: Reprodução/Google)

Cenário externo

Durante a madrugada desta sexta-feira (2), o presidente dos EUA, Donald Trump, anunciou por meio de um post nas redes sociais que ele e sua esposa, Melania Trump, testaram positivo para a covid-19.

“Esta noite, Melania e eu testamos positivo para covid-19. Começaremos nosso processo de quarentena e recuperação imediatamente. Vamos superar isso juntos”, escreveu Trump.

Em seu perfil pessoal, a esposa do presidente norte-americano afirmou quem ambos se sentem bem e que já adiaram todos os próximos compromissos. O casal entrou em processo de quarentena.

O republicano, de 74 anos de idade, testa positivo em meio à sua campanha pela reeleição presidencial, onde enfrenta o democrata Joe Biden. A eleição está marcada para 3 de novembro.

Na Europa e na Ásia, o mercado financeiro reagiu mal à notícia, com as Bolsas de Valores abrindo em queda nesta sexta:

•  Nova York (S&P 500): -1,58%
•  Nova York (Dow Jones): -1,48%
•  Nova York (Nasdaq): -2,28%
•  Frankfurt (DAX 30): -1,01%
•  Reino Unido (FTSE 100): -0,94%
•  Paris (CAC 40): -0,83%
•  Itália (FTSE MIB): -0,42%
•  Japão (Nikkei): -0,67%

Cenário nacional

O mercado de investidores repercute o discurso do presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, que afirmou nesta quinta-feira (1) que os juros poderão voltar a subir se o governo abrir mão do calote de dívidas e o uso dos recursos do Funded para financiar o Renda Cidadã.

Após uma reunião na tarde da última quarta-feira (30), o ministro da economia Paulo Guedes bateu o martelo e afirmou que o governo não utilizará dinheiro de precatórios para financiar o novo programa social.

Última cotação do dólar

Na última sessão desta quinta-feira (01), o dólar encerrou em queda de 0,68%, sendo negociado a R$ 5,65.

AvatarREDAÇÃO
Cobertura e repercussão de assuntos que impactam o bolso de todos os brasileiros. A redação do FDR.com.br traz diariamente assuntos relevantes de uma forma descomplicada e confiável.