Facebook oferece três cursos GRATUITOS para pequenos empresários; inscreva-se

PONTOS CHAVES

  • Facebook oferece cursos gratuitos para empreendedores
  • Oportunidade é voltada para grupos historicamente excluídos
  • Cursos são ministrados pela internet
  • Gestão de redes sociais é temática com foco para empreendedores

A rede social Facebook está oferecendo três cursos gratuitos de capacitação voltado a empreendedores brasileiros. As oportunidades são realizadas com o objetivo de apoiar grupos historicamente excluídos do ambiente de empreendedorismo e inovação. Todos os cursos acontecem pela internet.

publicidade
Facebook oferece três cursos GRATUITOS para pequenos empresários; inscreva-se
Facebook oferece três cursos GRATUITOS para pequenos empresários; inscreva-se (Imagem: Reprodução / Google)
publicidade

O Afrohub, que reúne as iniciativas da Preta Hub, Afrobusiness e Diaspora.Black, a Central Única das Favelas (Cufa) e a Migraflix são os parceiros do Facebook na iniciativa. O objetivo do projeto é capacitar 170 mil afroempreendedores, moradores de favelas, refugiados e imigrantes que vivem no Brasil.

“Estamos vivendo um momento em que ser digital é essencial para a sobrevivência das empresas, especialmente as pequenas e médias”, disse Debora Nitta, diretora global de customer marketing do Facebook para a América Latina sobre as oportunidades oferecidas.

Os cursos foram desenvolvidos por especialistas. Entre eles estão: Adriana Barbosa, presidente da Pretahub e idealizadora da Feira Preta; Fernanda Ribeiro, fundadora do Afrobusiness; Antonio Pita, sócio fundador da Diaspora.Black; Celso Athayde, fundador da Cufa;  e Jonathan Berezovsky, fundador e diretor da Migraflix.

As inscrições devem ser realizadas pela internet. A plataforma pede que os interessados disponibilizem dados, como nome completo, e-mail, país de origem, telefone, cidade de residência, gênero, se a pessoa tem smartphone próprio, acesso à 3G ou 4G, wifii em casa e computador.

Confira as propostas dos cursos

  • Afrohub

O Afrohub estimula o ecossistema de afroempreendedorismo brasileiro há três anos com pesquisas, incentivo à negócios e ajuda a empreendedores com o uso de tecnologia. As edições anteriores foram realizadas presencialmente. Esta é a primeira vez que será pela internet por causa da pandemia do novo coronavírus no país.

O curso da Afrohub irá abordar temas como gestão, finanças, vendas e comunicação. Ao todo, serão disponibilizadas 20 horas de conteúdo gratuito. Também será possível acompanhar um conteúdo inédito das redes sociais com dicas curtas para complementar reforçar o que será visto nas aulas.

“Tudo foi minuciosamente pensado para atender às necessidades do afroempreendedor”, contou Fernanda Leôncio, fundadora do Afrobusiness sobre a proposta.

Facebook oferece três cursos GRATUITOS para pequenos empresários; inscreva-se
Facebook oferece três cursos GRATUITOS para pequenos empresários; inscreva-se (Imagem: Reprodução / Google)
  • Cufa

Popularmente conhecida, a Central das Favelas (Cufa) é parceira do Facebook há cinco anos, desde 2015. A capitação deles acontecerá exclusivamente pelo aplicativo de mensagens WhatsApp, por isso é interessante que o aluno tenha seu próprio smartphone. O curso é direcionado aos empreendedores moradores de favelas de todo o Brasil que desejam usar as redes sociais para engajar e vender mais produtos e serviços do seu próprio negócio.

A Cufa irá disponibilizar ainda lives exclusivas em suas redes sociais sobre histórias de sucesso e dicas de finanças que podem ampliar ainda mais o conhecimento dos alunos. As inscrições devem ser realizadas até o dia 26 de outubro pelo WhatsApp para (11) 9-5775-0125. Ao todo, são ofertadas 20 mil vagas.

  • Migraflix

O terceiro e último curso é ofertado pela Migraflix e voltada para imigrantes e refugiados. O objetivo é ajudá-los a se recolocarem no mercado. A plataforma é nova e pretende ensinar ao nicho citado, pela primeira vez, como gerir seu próprio negócio, independente do ramo.

Entre os conteúdos que serão abordados, estão modelos de negócios, educação financeira, gestão, marketing, e estratégias para impulsionar vendas nas redes sociais. A expectativa é atender um público limite de 50 mil pessoas.

Negócios na internet geram frutos

De acordo com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), algumas dicas devem ser levadas em consideração por quem pretende montar e manter um negócio na internet.

O primeiro deles é analisar seu comportamento enquanto empreendedor. Em segundo, elaborar um modelo de negócio.

O terceiro passo é estudar a viabilidade financeira do seu negócio, se ele gera lucro e é rentável, por exemplo. A quarta dica é formalizar a empresa para não ter problemas burocráticos no futuro.

O Sebrae indica também saber como acessar o mercado e as linhas de crédito. Por fim, contratar suporte contábil e apólices de seguros.

AvatarIsabela Veríssimo
Isabela Veríssimo é jornalista formada pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP) com passagens por redações, desde 2016, como o Diario de Pernambuco, Jornal do Commercio e Rede Globo. Atualmente dedica-se à redação de economia do portal FDR.