Tem uma pequena empresa? Veja como digitalizar suas vendas no novo projeto do Sebrae

O Magazine Luiza e o Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) se uniram para oferecer a digitalização das pequenas empresas. O objetivo é ajudar esses negócios a vender online.

Tem uma pequena empresa? Veja como digitalizar sua vendas no novo projeto do Sebrae
Tem uma pequena empresa? Veja como digitalizar sua vendas no novo projeto do Sebrae (Imagem: Reprodução/Google)
publicidade

Com a pandemia de Covid-19 e com os negócios fechados, a venda online tornou-se a única alternativa para as empresas. Pensando nisso, o Sebrae identificou que as micro e pequenas empresas apresentavam dificuldade de digitalizar suas operações.

Por esse motivo, buscou parcerias com grandes do e-commerce para ajudar esses empreendimentos a entrarem na venda online.

Em abril, o Sebrae firmou parceria com o Magazine Luiza permitindo a entrada das pequenas empresas no seu marketplace por meio do programa Parceiro Magalu.

A Magalu e o Sebrae já digitalizaram 1.500 pequenos negócios até agora, só na fase de teste nos estados de Pernambuco e São Paulo. Agora a ideia é expandir para todo o Brasil e a expectativa é que alcançar 100 mil empresas até 2021.

Os donos das micro e pequenas negócios podem acessar o site do Sebrae para receber instruções de onde realizar a venda, tudo com base no perfil construído a partir do preenchimento do formulário que pergunta as características básicas de sua empresa.

“Primeiramente, o empreendedor faz um diagnóstico do nível de digitalização do negócio e, a partir daí, são oferecidas diversas soluções para atender as demandas específicas que ele tem para se inserir no ambiente digital, inclusive a possibilidade dos canais de marketplaces”, afirmou o analista de competitividade do Sebrae, Flávio Petry.

Com esses dados, o Sebrae disponibiliza as orientações e, até mesmo, cursos gratuitos online voltados para o aumento de vendas online e ferramentas digitais de gestão de negócio.

A ideia é que os empreendedores sejam capazes de enfrentar a mudança de forma totalmente capacitada.

Além disso, o Sebrae irá monitorar o desempenho das empresas dentro do Parceiro Magalu, com o intuito de fornecer melhorias quanto necessário.

“Estamos coletando informações que serão fundamentais para propor novas soluções para que os empresários melhorem cada vez mais o desempenho dentro dos marketplaces”, disse Petry.

Glaucia AlvesGlaucia Alves
Gláucia Alves, formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Foi professora por 7 anos. Esse ano começou a trabalhar como redatora e como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR e realiza consultoria de redação on-line.