Fies 2020.2: TUDO que você precisa saber sobre as vagas remanescentes

O Ministério da Educação – MEC publicou no Diário Oficial as regras para os estudantes que querem se inscrever nas vagas remanescentes do Fies 2020,2. As inscrições serão virtuais.

publicidade
Fies 2020.2: TUDO que você precisa saber sobre as vagas remanescentes
Fies 2020.2: TUDO que você precisa saber sobre as vagas remanescentes. Imagem/Reprodução Google
publicidade

Nesse momento apenas as regras foram divulgas, data de inscrição, quantidade de vagas, entre outras informações, serão publicadas oficialmente posteriormente. Em agosto o ministro da educação falou em 50 mil vagas remanescentes.

O que é o Fies?

É um programa do Governo Federal que tem a função de facilitar o acesso ao ensino superior por meio do financiamento estudantil. Desde 2018 duas modalidades são oferecidas: Fies e P-Fies.

O Fies é gerido pelo Governo Federal, não há juros para estudantes com renda familiar de até três salários mínimos. Há um cálculo do valor do curso que pode ser financiado, que é feito com base na renda familiar.

No P-Fies os recursos são de fundos constitucionais e de bancos e nele há cobrança de juros.

O que é vaga remanescente?

É aquela vaga que “sobrou” do processo seletivo regular, ou seja, são vagas não preenchidas.

Essas vagas surgem quando os candidatos pré-selecionados nas chamas regulares não conseguem preencher algum requisito ou desistem delas.

Quando isso ocorre, elas vão para a lista de espera. Se a lista de espera não as preencher, o que acontece bastante, elas viram remanescentes.

Regras

  • As vagas são oferecidas apenas pelo Fies.
  • Serão oferecidas apenas a quantia que for divulgada.
  • O candidato que foi pré-selecionado na chamada regular não pode se inscrever para essas vagas.
  • Candidatos que não quitaram financiamentos anteriores não podem se inscrever.
  • Não é permitida a inscrição de pessoas que já fazem uso do financiamento.

Qual a diferença entre o Fies e o Financiamento Próprio?

Ambos são formas de ingresso no ensino superior em faculdades particulares. Mas, algumas diferenças são sentidas:

  • No Fies, o estudante precisa ter participado da última edição do Enem.
  • Em alguns financiamentos privados o pagamento começa quando o aluno ainda cursa, no Fies o pagamento é feito após a formatura.
  • Em alguns casos, o Fies é sem juros, o que não acontece no FP.
  • Os cursos oferecidos pelo Fies são apenas presenciais, no FP há cursos EAD também.

Acompanhe o FDR  e sua seção Carreiras para saber mais sobre educação.

Jamille NovaesJamille Novaes
Jamille Pereira Novaes é graduada em Letras Vernáculas pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), pós-graduada em Gestão da Educação pelo Centro Universitário Maurício de Nassau (UNINASSAU). Como professora de Língua Portuguesa, já atuou no ensino fundamental I e II. Atualmente, trabalha com professora de Língua Portuguesa no ensino técnico e redatora da editoria de carreiras do portal FDR.