Dólar abre o dia em ALTA de 0,8% após incertezas sobre recuperação econômica

O dólar abre o dia em alta nesta quinta-feira (17) após incertezas sobre a recuperação econômica apontadas pelo presidente do Banco Central dos EUA. Por volta das 9h40, o dólar operava em alta de 0,857%, sendo negociado a R$ 5,284.

Dólar abre o dia em ALTA de 0,8% após incertezas sobre recuperação econômica
Dólar abre o dia em ALTA de 0,8% após incertezas sobre recuperação econômica (Imagem: Reprodução/Google)

O Banco Central dos Estados Unidos decidiu manter os juros perto do 0 (zero) até que a inflação fique próxima de ultrapassar a meta de 2%, mas não citou medidas de afrouxamento. A taxa de juros para esse patamar, foram cortadas em março devido a crise da pandemia do novo coronavírus.

O presidente do Banco Central americano, Jerome Powell, criou dúvidas durante seu discurso referente à recuperação econômica dos EUA devido à pandemia. Disse que a recuperação deve desacelerar nos próximos dias e que o mercado de trabalho terá um longo caminho até atingir sua meta de emprego máximo.

Cenário nacional

Aqui no Brasil, os investidores reagiam à notícia de que o Banco Central do Brasil (BC) manteve a taxa básica de juros (Selic) em sua mínima histórica de 2% ao ano. Após nove cortes consecutivos, o Comitê de Política Monetária (Copom) interrompeu o ciclo.

Os investidores nacionais também estão atentos com a intimação pela Polícia Federal (PF) para o presidente Jair Bolsonaro depor no inquérito que apura a denúncia do ex-ministro da Justiça, Sérgio Moro, sobre uma suposta interferência do governo na PF.

A baixa dos juros brasileiros vem sendo considerado em 2020 um dos principais fatores para a alta do dólar em relação ao real. Junto à ela, incertezas políticas no país e riscos econômicos. Neste ano, a moeda norte-americana acumula um ganho, até agora, de mais de 31%.

Última cotação

Na última sessão desta quarta-feira (16), o dólar encerrou em queda de 0,915%, sendo negociado a R$ 5,240.

Diferença do dólar de turismo e comercial

O preço da moeda é sempre mais alto para os turistas do que o valor divulgado no câmbio comercial.

O dólar comercial é usado para movimentações financeiras do governo no exterior e para empréstimos de brasileiros que moram fora do Brasil. Ele também é base para grandes empresas realizarem importações e exportações de mercadorias.

Já o dólar turismo vale para os consumidores que compram o dinheiro em casa de câmbio para viajar, por exemplo. Quando compramos algo em sites estrangeiros por exemplo, é o valor turismo que é considerado.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

REDAÇÃO
Cobertura e repercussão de assuntos que impactam o bolso de todos os brasileiros. A redação do FDR.com.br traz diariamente assuntos relevantes de uma forma descomplicada e confiável.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA