No último dia 13 a liminar que proibia o retorno das atividades educativas foi cassada. Assim, as escolas particulares do estado o Rio de Janeiro puderam retomar suas atividades nessa segunda-feira, 14. A medida não vale para a capital do estado.

publicidade
Escolas do RJ voltaram a funcionar; veja o que mudou para alunos e professores
Escolas do RJ voltaram a funcionar; veja o que mudou para alunos e professores (Imagem/Reprodução Google)
publicidade

Turmas do ensino fundamental e médio puderam retomar suas atividades presenciais nessa segunda-feira.

Retorno das atividades após decisão da justiça

Na decisão pelo retorno das atividades, o desembargador Carlos Henrique Chernicharo ressaltou a necessidade de se fazer essa retomada.

“não há como postergar o retorno das atividades laborais da categoria dos professores e afins até que se tenha por erradicado o risco, sob pena de causar dano irreparável aos alunos, pais e professores”, disse ele.

O desembargador fez questionamentos acerca do que dizia a limiar que proibia o retorno. Na liminar, o critério básico para a retomada era vacinação de todos envolvidos no ambiente de ensino. No entanto, não se tem uma data marcada para quando essa vacinação vá ocorrer de fato.

Panorama do “primeiro dia aula”

No primeiro dia o que se percebeu foi a baixa aceitação do retorno. Com isso, as escolas estavam mais vazias do que se imaginava.

Na Escola Nova, por exemplo, localizada na Gávea, a aula de educação física contou com apenas 3 alunos presentes.

A aula teve que ser toda adaptada para que os alunos pudessem realizar as atividades fazendo o uso da máscara. Acessório que é indispensável em todos os ambientes escolares.

Essa foi uma das primeiras escolas a retornar, dos 900 alunos matriculados, apenas 60 estiveram presente nesse primeiro dia.

A expectativa é que aos poucos os pais se sintam seguros e possam aderir a essa ação, permitindo que os filhos frequentem o espaço escolar.

Aulas presenciais e online

Enquanto os pais não se sentem confortáveis em enviar seus filhos para as aulas presenciais nas escolas. As instituições de ensino que retomam suas atividades irão oferecer tanto a aula presencial, quanto a virtual.

Uma das professoras que agora retornou às suas atividades fala sobre a importância de dar esse passo.

“É muito difícil falar com uma máquina. A tecnologia ajuda como um suporte, mas o contato pessoal é muito importante”, disse ela.

Medidas

Algumas medidas tiveram que ser tomadas para garantir a segurança de todos nesse momento, por exemplo:

  • Disponibilização de álcool em gel para alunos e funcionários;
  • Proibição do compartilhamento de materiais;
  • Proibição do uso de bebedouros;
  • Uso obrigatório de máscara;
  • Proibição do contato físico entre alunos;
  • Ocupação de apenas 50% do ambiente de sala de aula;
  • Afastamento de 2 metros entre as cadeiras.

Jamille Pereira Novaes é graduada em Letras Vernáculas pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), pós-graduada em Gestão da Educação pelo Centro Universitário Maurício de Nassau (UNINASSAU). Como professora de Língua Portuguesa, já atuou no ensino fundamental I e II.

Atualmente, trabalha com professora de Língua Portuguesa no ensino técnico e redatora da editoria de carreiras do portal FDR.