Suspeitos de desviar pagamentos do auxílio emergencial são presos em Minas Gerais

Dois homens suspeitos de realizarem desvios no auxílio emergencial, foram presos pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), na cidade de Carmópolis de Minas (MG), cerca de 129 km de Belo Horizonte.

Suspeitos de desviar pagamentos do auxílio emergencial são presos em Minas Gerais
Suspeitos de desviar pagamentos do auxílio emergencial são presos em Minas Gerais (Foto: FDR)

De acordo com a polícia, os agentes estão fazendo uma fiscalização perto do km 597 da BR-381 quando emitiram uma ordem de parada para o carro em que estavam os suspeitos.

Após fazerem vistoria no veículo, os agentes da polícia encontraram 10 celulares, um notebook e um caderno com CPF e datas de nascimento das possíveis vítimas.

A PRF afirmou que os homens disseram ter embolsado cerca de R$8 mil desviados do auxílio emergencial.

Os suspeitos foram presos e levados até a Polícia Federal em Divinópolis (MG), a cerca de 114 km de Carmópolis de Minas.

Fraudes no auxílio emergencial 

Também nesta semana, terça-feira (8), a polícia federal estava fazendo uma operação contra um esquema de fraudes no saque do auxílio na Zona Sul de São Paulo. Foram cumpridos dois mandados de prisão preventiva e cinco de busca e apreensão.

Na semana passada foi deflagrada uma operação pela polícia conta um outro suspeito de fraudes no benefício, que teria ameaçado e divulgado dados pessoais do presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, e de seus familiares.

Por conta disso, o governo realizou a suspensão de diversos pagamento do benefício para alguns beneficiários.

Os usuários devem ficar atentos e não fazer o cadastro do seu CPF em mais de um celular, pois isso pode fazer com que a Caixa represe o seu benefício. Já que a instituição está realizando o bloqueio preventivo para proteger os clientes.

Os trabalhadores que tiveram as contas suspensas receberão a mensagem: “Procure uma agência da CAIXA com seu documento de identidade para regularizar seu cadastro”.

Além disso, foram disponibilizados canais para registro de denúncias de fraudes no sistema Fala.Br, uma Plataforma integrada de Ouvidoria e Acesso à Informação da CGU ou pelos telefones 121 ou 0800-707-2003.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Há dois anos é redatora do portal FDR, onde acumula bastante experiência em produção de notícias sobre economia popular e finanças.