COMEÇOU! Black Friday brasileira traz descontos de 70% nas lojas

Atenção, os próximos dias serão de descontos nas principais lojas varejistas do país. A partir desta quinta-feira (03), começa a segunda edição da chamada Semana Brasil. Trata-se de um evento similar a black friday que tem como finalidade movimentar a economia. Este ano, a programação se estenderá durante o período de 10 dias e contará com reajustes de preços de até 70%. Confira!  

COMEÇOU! Black Friday brasileira traz descontos de 70% nas lojas (Imagem: Google)
COMEÇOU! Black Friday brasileira traz descontos de 70% nas lojas (Imagem: Google)

A black friday brasileira está sendo realizada em todo o território nacional. Desenvolvida pelo governo Bolsonaro, a programação fornece descontos para poder impulsionar as vendas do varejo nacional.

É válido ressaltar que, a ação acontece não só nas lojas físicas, mas também nas digitais, com descontos que variam entre 10% até 70%.  

“Estamos mobilizando todo o varejo para buscar as melhores formas de viabilizar as ações promocionais. Esta é uma ação totalmente suprapartidária, que trará benefícios para a economia do país como um todo”, disse o conselheiro do IDV, Marcos Gouvêa de Souza. 

Agenda de descontos prolongada 

Esse ano, pela primeira vez, o evento será realizado durante o período de 10 dias. Dessa forma, até o próximo sábado (12) será possível garantir suas compras com um preço menor. Há promoções para eletrodomésticos, móveis, roupas, calçados e mais. De acordo com Marcos, o principal foco serão as vendas online.  

Protocolos de segurança 

Mediante a pandemia, muitas lojas ainda não puderam abrir suas portas. Dessa forma, a migração para as plataformas digitais foi amplificada de modo que os varejistas consigam obter um bom lucro e se reaproximarem de sua clientela. 

Ele explicou que, a ação foi pensada de forma segura para clientes e vendedores. Dessa forma, quem for até uma unidade física, precisará passar pelos protocolos de segurança como medição da temperatura, higienização com álcool e gel e a utilização obrigatória de máscaras.  

Nas lojas, os colaboradores também foram treinados para garantir essa fiscalização. Inicialmente, quando anunciou que iria manter o calendário, o governo foi fortemente criticado sob o risco da contaminação por covid.  

No entanto, vem respondendo aos questionamentos garantindo que estão aplicando as medidas necessárias. É válido ressaltar ainda que, todas elas são repassadas como uma recomendação, mas a fiscalização de fato é de encargo das prefeituras e gestões locais, uma vez em que o governo federal não consegue fazer toda essa cobertura. 

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.