Fies: Como funciona o pagamento das prestações financiadas?

Quer estudar em uma faculdade particular, mas não pode arcar com os custos da mensalidade? O Governo Federal criou Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) para solucionar essa questão. Com o Fies, os estudantes podem concluir o curso sem nenhum aperto financeiro com os boletos, e quitar a dívida depois de formado

publicidade
Fies: Como funciona o pagamento das prestações financiadas?
Fies: Como funciona o pagamento das prestações financiadas? (Imagem: reprodução Google)
publicidade

Com o passar dos anos, o Fies vem se adequando às mudanças sociais e econômicas do Brasil. Em cada nova edição, novidades surgem e algumas regras podem sofrer alterações. 

A dívida do Fies pode começar a ser paga a partir do momento que o estudante formado encontra um trabalho formal de carteira assinada. Com isso, as parcelas da dívida são descontadas diretamente da folha de pagamento.

Diversos fatores são levados em conta na hora de calcular o valor da parcelas. Quesitos como preço das mensalidades, a duração do curso, a renda do estudante, o percentual financiado, por exemplo, são levados em conta. 

Apesar da variação enorme, todas as regras podem ser encontradas no contrato que o estudante faz com o Fies. 

O prazo de pagamento pode mudar conforme a duração do curso financiado o tipo de contrato e a edição do programa. É preciso estar atento e informado sobre as regras na época em que o benefício for solicitado. 

Taxas do Fies

Os contrato no programa de financiamento são divididos em duas modalidades. Confira a seguir:

  • Para os alunos com renda familiar bruta mensal de até três salários mínimos por pessoa, não há cobrança de juros, somente de correção monetária (variação da inflação).
  • Estudantes com renda familiar bruta mensal de até cinco salários mínimos por pessoa pagam juros de 3% ao ano, mais a correção monetária. A modalidade é voltada à população das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste do país.

Inscrições no programa

O Fundo de Financiamento Estudantil abre inscrições duas vezes ao ano, uma cada semestre. 

O período para se inscrever costuma ser curto, e por isso é bom já ter todos os documentos necessários separados, para poder preencher os formulários rapidamente pela internet e depois partir para validar tudo na faculdade a assinar o contrato no banco, caso seja selecionado.

AvatarLucas Santos
Lucas Santos é jornalista graduado pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). Possui experiência em assessoria de imprensa na Prefeitura Municipal de Cariacica e redação de notícias para o portal FDR. | Instagram @lucas.sanp | LinkedIn @lucassantospto