PM descobre fraude no auxílio emergencial após saque de R$28 mil no DF

Na noite da última quarta-feira, 12, a Policia Militar prendeu em flagrante dois homens suspeitos de aplicar golpes em clientes da Caixa Econômica no Distrito Federal. Segundo a investigação, os homens detidos possuíam dados das vítimas na internet e sacavam de forma ilegal o auxílio emergencial de R$600.

PM descobre fraude no auxílio emergencial após saque de R$28 mil no DF
PM descobre fraude no auxílio emergencial após saque de R$28 mil no DF (Foto: Google)

A polícia informou que os homens estavam em “atitude suspeita” no terminal bancário na QI 7 do Guará, no momento da abordagem. Com eles, foram apreendidos R$28,2 mil em espécie. Cerca de R$4 mil estava escondido em um carro.

A dupla contou aos policiais que a quantia era relativa ao saque de terceiros. Para sacar o auxílio emergencial não é preciso estar em posse do cartão.

Através de nota, a Caixa Econômica disse que “atua conjuntamente com a Polícia Federal e demais órgãos de segurança pública na identificação de casos suspeitos e na prevenção das fraudes”.

A nota diz também que contestações de saque podem ser realizadas pelo beneficiário em qualquer agência da Caixa.

A dupla afirmou que os dados eram comprados de fraudadores, com moedas virtuais, através da deep web, um termo usado para definir uma espécie de internet oculta a que poucas pessoas têm acesso.

Os dois homens, que não tiveram a identidade divulgada, foram presos em flagrante por estelionato e encaminhados para a Polícia Federal.

Confira trechos da nota da Caixa Econômica:

A CAIXA informa que atua conjuntamente com a Polícia Federal e demais órgãos de segurança pública na identificação de casos suspeitos e na prevenção das fraudes no Auxílio Emergencial, Saque Emergencial do FGTS e demais benefícios sociais.

A CAIXA realiza, de forma estratégica e preventiva, monitoramento de casos suspeitos e bloqueia contas com indícios de fraude ou com inconsistências cadastrais para a verificação de informações.

Essa checagem está garantindo a preservação do direito ao saque de benefícios sociais por todas as pessoas que preenchem corretamente os critérios de elegibilidade

Eventuais contestações de saques podem ser formalizadas pelo beneficiário diretamente em qualquer agência da CAIXA. Para os casos em que houver comprovação de saque fraudulento, o beneficiário será devidamente ressarcido.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.