publicidade

O auxílio emergencial de R$600 disponibilizado pelo Governo Federal é pago aos beneficiários por meio da Caixa Econômica Federal. Muitas usuários, porém, tiveram as contas bloqueadas. O bloqueio pode ocorrer por movimentação de valor maior do que o limite estabelecido ou por serem alvos de golpes de hackers. Confira passo a passo para reverter essa situação.

Poupança social da Caixa bloqueada? Veja passo a passo para resolver o problema
Poupança social da Caixa bloqueada? Veja passo a passo para resolver o problema (Imagem: Reprodução Google)
publicidade

O Ministério da Cidadania enviou, em 21 de julho, mais de 1,3 milhão de Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) à Caixa para o bloqueio das contas. Foi solicitado uma verificação detalhada desses cadastros por suspeita de fraudes no auxílio emergencial

O benefício financeiro é destinado aos trabalhadores informais, microempreendedores individuais (MEI), autônomos e desempregados.

A medida passou a valer em abril e foi adotada com o propósito de fornecer proteção emergencial no enfrentamento à crise causada pela pandemia de coronavírus.

Inicialmente, o valor de R$600 seria pago por três meses, mas foi prorrogado para mais dois meses. O valor é pago por meio de uma poupança social da Caixa.

Bloqueio por limite de saldo

A conta poupança social possuí um limite de R$3 mil, dessa forma, o saldo não pode ser superior a esse valor.

De acordo com a Caixa, a conta será bloqueada no caso de o saldo ou a soma de todos os depósitos ultrapassarem o valor de R$3 mil duas vezes em um ano. Se o valor exceder apenas uma vez, a conta não sofre nenhum bloqueio – somente em casos de uma segunda ocorrência. 

O período de um ano é contado a partir da data que a conta foi aberta. Outra situação que possibilita o bloqueio da conta por limite é quando o saldo ou a soma de todos os depósitos do mês passam de R$6 mil. O banco efetua o bloqueio para verificar o motivo da ocasião.

Nos casos de bloqueio por limite, não é possível efetuar o desbloqueio da mesma conta. É necessário, então, converter a poupança social em uma poupança Caixa. Essa não possui limites de saldo. A quantia disponível anteriormente não será perdida. 

Bloqueio por suspeita de fraude

Por outro lado, algumas contas foram bloqueadas por suspeita de fraudes, na maioria causada por hackers. O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, informou que 5% do total de pessoas aprovadas para receber o auxílio emergencial se encaixam nessa situação.

Entretanto, por precaução, entre os 1,3 milhão de CPFs bloqueados, algumas pessoas que não tiveram problema de fraude também tiveram as contas bloqueadas

Para efetuar o desbloqueio, nesse caso, é preciso comparecer a uma agência física da Caixa. Ademais, é necessário levar um documento de identificação para comprovar que o beneficiário é a mesma pessoa inscrita. 

Calendário de atendimento presencial na Caixa 

A Caixa Econômica Federal estabeleceu um calendário para que os beneficiários efetuem o desbloqueio das contas. O objetivo do calendário é evitar filas e aglomerações. A divisão é feita com base na data de aniversário dos beneficiários. Confira:

Mês de nascimentoData de atendimento para desbloqueio
Abril e maio27/07 a 31/07
Junho e julho03/08 a 07/08
Agosto, setembro e outubro10/08 a 14/08
Novembro e dezembro17/08 a 21/08

Mariana Cristina Rocha dos Santos é formada em Comunicação Social – Jornalismo pela Universidade Federal do Espírito Santo. Possui experiência em comunicação interna e externa no Teatro Carlos Gomes, espaço histórico-cultural capixaba. Além de produção para televisão, com pautas para programa de entretenimento, chamadas televisivas, spot para rádios e mídias sociais na TV Gazeta (afiliada à Rede Globo). Atualmente dedica-se a redação portal FDR.