publicidade

A prefeitura de Feira de Santana, na Bahia, autorizou o funcionamento do comércio com todas as lojas abertas de segunda a sábado. O revezamento de dias acabou e as diferenças agora ficam nos horários. As regras de funcionamento foram alteradas por decreto municipal e passaram a valer na terça-feira (28). O primeiro dia de mudança foi marcado por aglomeração e muitas pessoas sem máscara. 

Feira de Santana muda regras para funcionamento dos comércios de rua
Feira de Santana muda regras para funcionamento dos comércios de rua (Imagem: Reprodução Google)
publicidade

Alguns estabelecimentos funcionam das 8h às 16 horas, enquanto outros funcionam das 9h às 17 horas. Mercados, padarias, açougues, borracharias e distribuidoras de água e gás poderão abrir também aos domingos.

O comércio do município fechou pela primeira vez em março, com o propósito de conter o aumento no número de casos de pessoas infectadas por coronavírus.

Apenas serviços essenciais estavam funcionando. Posteriormente, foram adotadas medidas de flexibilização do isolamento e reabertura do comércio de forma escalonada. 

O funcionamento do comércio com escalonamento apenas de horários valerá até 10 de agosto. A medida foi adotada por consequência da diminuição da taxa de ocupação da UTI. A cidade possui maior quantidade de vagas disponíveis de leitos. 

Horários de funcionamento

Óticas, lojas de conveniência e artigos de eletrônico e informática poderão abrir de segunda à sexta-feira, das 8h às 16 horas. Armarinhos, barbearias e salões de beleza, por outro lado, poderão funcionar de segunda à sexta-feira, das 9h às 17 horas. Aos sábados, todos poderão abrir das 8h às 12 horas.

Na Feiraguay, uma das principais feiras da cidade, todos os boxes, pares e ímpares, poderão funcionar ao mesmo tempo, mas respeitando a diferença de horários, da mesma forma que os estabelecimentos acima. 

Aglomeração em Feira de Santana

Na terça (28), primeiro dia de lojas abertas sem escalonamento, as ruas estavam movimentadas, com pessoas próximas umas das outras, além de trânsito engarrafado. Ademais, muitas pessoas desrespeitaram medidas de segurança ao não utilizarem máscaras.

Entre os cuidados exigidos pelos estabelecimentos estão o uso do equipamento para entrar nesses locais. 

O Prefeito de Feira de Santana, Colbert Martins, apresentou as mudanças em coletiva semanal. Ademais, destacou que pode adotar medidas duras novamente, caso necessário.

A capacidade que temos de ampliar é a mesma capacidade que temos de frear. O principal é ter segurança para a nossa vida”, ressaltou.

Mariana Cristina Rocha dos Santos é formada em Comunicação Social – Jornalismo pela Universidade Federal do Espírito Santo. Possui experiência em comunicação interna e externa no Teatro Carlos Gomes, espaço histórico-cultural capixaba. Além de produção para televisão, com pautas para programa de entretenimento, chamadas televisivas, spot para rádios e mídias sociais na TV Gazeta (afiliada à Rede Globo). Atualmente dedica-se a redação portal FDR.