Salvador projeta retorno dos comércios após queda na taxa de ocupação de leitos em UTI

Neste domingo (19), a taxa de ocupação dos leitos de UTI de Salvador chegou a 75%, a informação foi compartilhada pelo prefeito ACM Neto, em seu twitter. Com isso, vai se iniciar uma contagem de cinco dias e se a taxa de ocupação permanecer durante esse período, poderá ser iniciada a primeira fase de abertura do comércio.

Salvador projeto retorno dos comércios após queda na taxa de ocupação de leitos em UTI
Salvador projeto retorno dos comércios após queda na taxa de ocupação de leitos em UTI (Foto:Google)

Segundo a secretaria da Casa Civil de Salvador, a contagem começou desde ontem, domingo (19). Esse percentual foi comemorado pelo prefeito ACM Neto, com a seguinte mensagem em sua rede social:

“A taxa de ocupação de leitos de UTI para pacientes com Covid-19 caiu para 75% em Salvador na noite deste domingo (19), percentual que projeta a abertura da primeira fase da retomada das atividades econômicas”, escreveu.

O prefeito destinou o resultado à reabertura de novos leitos na capital baiana durante a semana passada. 

Em um boletim divulgado pela Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab), a taxa de ocupação de leitos no domingo estava em 77% na capital baiana. 

Porém, no site em que são realizadas atualizações do número em tempo real, a taxa de ocupação está em 75%. 

A primeira fase de reabertura é necessário que o número de ocupação seja de 75% por cinco dias. 

Assim, poderão ser reabertos os shoppings e templos religiosos. Além disso, os estabelecimentos comerciais de rua com tamanho superior a 200 metros quadrados e também os “drive in”.

Para avançar para a segunda fase necessita de um índice inferior a 70% pelo mesmo período. 

Nesta etapa é ampliada a flexibilização das atividades contempladas na primeira etapa. Além de permitir a reabertura de academias de ginástica, barbearias, salões de beleza, centros culturais, museus, galerias de arte, lanchonetes, bares e restaurantes.

Na terceira e última fase, somente 60% dos leitos de terapia intensiva podem estar ocupados.

Nesta fase poderão abrir parques de diversões, teatros, cinemas, clubes sociais e esportivos, além de centros de convenções. 

Já para o  funcionamento de escolas e a permissão de partidas de futebol profissional dependem de avaliação individual de cada um dos locais.

As praias ainda estão fechadas para os banhistas, mas o prefeito disse que está analisando a prática de exercícios na areia,sem aglomerações.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Há dois anos é redatora do portal FDR, onde acumula bastante experiência em produção de notícias sobre economia popular e finanças.